Laboratório Montessori

Desenhamos formação, consultoria e oficinas de Metodologia Montessori

Funcionando normalmente

20/01/2024

“Somente a natureza, que estabeleceu algumas leis e determinou algumas necessidades do homem em vias de desenvolvimento, pode ditar o sistema educativo determinado pelo fim, que é aquele destinado a satisfazer as necessidades e as leis da vida. Estas leis e estas necessidades, a própria criança é que as deve indicar, através das suas manifestações espontâneas e do seu progresso: na manifestação da sua paz e da sua felicidade; na intensidade de seus esforços e na constância das suas escolhas livres. Nós devemos limitar-nos a aprender com ela e a servi-la o melhor que nos seja possível.” Maria Montessori

05/05/2023

❤️

End of the year reminders.

1. We whisper/use quiet voices in the school. Always.

2. Personal conversations happen only when the children are not in our presence. Always.

3. If a child isn’t wanting to do a work, if they are angry, upset, disconnected, they shouldn’t be doing that work. Always. Find a way to help them connect to the work or find another work they connect with that meets the same goals or different goals for the time being.

4. Children do not HAVE to do work, they GET to do work. Know the difference. Inspire. Ignite. Entice.

5. Positive language only. Speak of what they should be doing. This is a must. “No. No thank you. Never. Absolutely not. Stop. You can’t.” These are examples of what should NEVER be spoken in the school with the children. Instead, name the behavior and the expection. Ex. “You are shouting. We use quiet voices. Walk slowly. Gentle, please.” Remove “good job,” from your vocabulary. Acknowledge and lead them to acknowledge or feel pride in themselves. Ex. “You did it. You are so strong. You must feel so proud of yourself. I can see you are proud. Thank you for sharing.”

6. Play with the children on the playground. Be their example of how to play. Run. Slide. Jump rope. Swing. Push them on the swings. Coach them how to pump and lean to swing on their own.

7. Invite, rather than expect, them to repeat work by showing interest in their accomplishment. Ex. “Yesterday, you made a fantastic story with the moveable alphabet. What story are you writing today? You are so creative.” Do this at the start of the morning when you greet them. When dismissing from group meeting talk to and inspire them to their work. Ex. “Emily, you are a math wizard. Are you going to make numbers with the golden beads or the 100 board. I can only imagine what big numbers you will make today.”

8. Dine with the children. This is practical living. The real stuff that they are practicing on the shelf. Model conversations. Sit with the children that have trouble making friends. Sit with the children that struggle to use their fork. Sit with the child who spills.

9. Kneel down when you speak with the children. Always on their level. Connecting to them with words and body language.

10. Have the children clean up spills as they happen. During work time and while dining.

11. Use less words, more signals. Ex. If the child spills, whisper their name, point to the spill. Nod as they get up to get a cloth or broom. Acknowledge with a smile or a nod that they cleaned up their spill. Continue the conversation when they return to their seat, if dining with them.

12. Breathe. Smile. Observe.

13. Keep tidying. If a shoe is not in its place, adjust it. If a child is near, adjust it with them. “You are such a great helper.” “Suzy will be so happy that you helped keep her shoes safe.”

14. Pick up garbage off the floor. In hallways, classrooms, bathrooms, community spaces, in the gardens, on the path, on the playground, in the parking lot. Everywhere. Role model. This is care of the environment.

15. Bring awareness. Ex. “There is sand in the hallway.” Invite a child who is not busy to clean it. Acknowledge. “Our classroom is so lucky to have you. You are a great community helper. You care so much for our environment.”

16. Never, ever, speak ill of a child, or parent, or team member in their presence or behind their backs. Never.

17. Ask yourself the why. Wonder about the why. Observe the why. Know your why. When you know the why you can be proactive with the path forward. Be a solution maker.

18. Push in chairs, walk with hands behind your back, walk in lines, roll rugs neatly. Everything has its place and should be returned to that place. (Adjust things yourself if the child is gone from it, next time be available to remind/guide the child to remember where the work goes)

19. Make certain all materials are ready and complete every morning.

20. Hold each other accountable to all of the above.

*written by Joanne Shango

🔥 Últimas 3 vagas 30/10/2022

🔥 Últimas 3 vagas Você quer trabalhar em uma escola Montessori? Escolha um curso de Guia Montessori IMI para 0-3, 3-6 ou 6-12 anos. Validade internacional.

15/10/2022

Cosmic Education
Education between the ages of six and twelve is not a direct continuation of that which has gone before, though it is built upon that basis. Psychologically there is a decided change in personality, and we recognize that nature has made this a period for the acquisition of culture, just as the former was for the absorption of the environment. Knowledge can be best given where there is eagerness to learn, so this is the period when the seed of everything can be sown, the child’s mind being like a fertile field, ready to receive what will germinate into culture…Page 1
… let us give him a vision of the whole universe. The universe is an imposing reality, and an answer to all questions. We shall walk together on this path of life, for all things are part of the universe, and are connected with each other to form one whole unity. This idea helps the mind of the child to become fixed, to stop wandering in an aimless quest for knowledge. He is satisfied, having found the universal centre of himself with all things. Page 3
If the idea of the universe be presented to the child in the right way, it will do more for him than just arouse his interest, for it will create in him admiration and wonder, a feeling loftier than any interest and more satisfying. The child’s mind then will no longer wander, but becomes fixed and can work. …A greater curiosity arises, which can never be satiated; so will last through a lifetime. The laws governing the universe can be made interesting and wonderful to the child, more interesting even than things in themselves, and he begins to ask: What am I? What is the task of man in this wonderful universe? Do we merely live here for ourselves, or is there something more for us to do? Why do we struggle and fight? What is good and evil? Where will it all end? Page 4/5 of the book “To educate the human potential”.
https://montessori-pierson.com/vol-6-to-educate-the-human-potential.html; https://montessori-pierson.com/sp6-la-educacion-de-las-potencialidades-humanas.html

20/09/2022

Acho que já sabem que não acho a maior das graças a esta tendência do momento de se chamar ao jardim de infância… “escolinha”. Porque, por mais que não pareça, é uma escola a sério. Que traz imensas coisas boas ao crescimento. Tão boas e tão fundamentais que “escolinha” corre o risco de lhe dar o tom de um certo “faz de conta que é uma escola”. E isso não tem graça.

Mas o que mais me preocupa é que persista a ideia que as crianças mais pequeninas, ao chegarem ao jardim de infância, “tenham” de fazer “boas adaptações”. Não só não têm como não fazem. É saudável, aliás, que não façam! Como é que se pode esperar que - habituadas a ter os pais, os irmãos e os avós só para elas, com toda a gente sintonizada com os seus ritmos e com a sua forma de estar - as crianças vivam com descontração isso de estarem ao cuidado de duas “estranhas” que repartem as suas atenções com uma mão cheia de outras crianças? Como não hão-de elas de chorar de medo, tristonhas, sem entenderem muito bem porque é que os pais as terão “abandonado” ali? Como não hão-de ficar muito encolhidindhas, num cantinho, agarradas a um qualquer pequeno boneco que tenham trazido de casa, como se ele representasse o melhor da mãe e do pai? Porque é que, por mais que haja mães e pais muito frágeis, se convencionou que “arrancar” as crianças do colo dos pais facilita a vida a alguém? Porque é que se diz, invariavelmente, que, depois da mãe virar costas, “ele ficou logo bem” ou “deixou de chorar”?

As crianças, se todos formos pacientes, hão-de perder o medo! E vão chegar, até, a um momento em que serão capazes de fazer um lapso de linguagem e chamar mãe à sua educadora. Mas dêem-lhes tempo, por favor. Para perceberem “as regras do jogo”. Para ganharem o seu espaço. Para poderem compreender o privilégio de estarem com outras crianças. E de terem alguém super-especial para elas que sabe contar histórias, desenhar e brincar, fazer cozinhas de terra e ir, de galochas, saltitar nas poças de água. Aquilo que primeiro se aprende no jardim de infância é a dar tempo ao tempo. Depois, que uma educadora é alguém que parece ter chegado ontem, mesmo, da infância. O resto, vem a seguir.

31/07/2022

'What is generally done to children? We all interrupt them without the slightest regard, without the slightest respect, with the manners which were used by masters toward slaves who had no human rights. To have the same regard for a child as for an adult would seem ridiculous to many people, and yet with what severity we say to children, "Do not interrupt us."' (Montessori, 1915, p.18)

Montessori, M. (1915) The Mother and the Child. NY: The House of Childhood Inc.

Photo: circa 1930, Sèvres, France. Child with baked enamel pails.

13/06/2022

Estamos a recrutar para o próximo ano letivo!
Envia-nos o teu CV para [email protected]

08/06/2022

🌺 il giorno dopo gli esami …

Il giorno dopo gli esami hai solo voglia di correre a scuola, per rivedere gli amici, raccontare la domanda più difficile a cui ho risposto, ridere del tuffo fatto dopo una giornata impegnativa.

Abbiam scritto e letto tanto sulla valutazione prima di giungere ad esame. Sembrava stonato che un bambino in percorso potesse essere valutato da sconosciuti.
… ma questa scuola, a noi cara, non è sconosciuta.
Quattro commissioni composte da maestre e maestri Montessori ci hanno accolti, accompagnati e salutati come amici.

Dopo l’esperienza a , e poi nell’esperienza dell’esame , ci balza agli occhi che esistono insegnanti attenti, accoglienti che “ mettono il bambino al centro”.

In un dialogo tra l’insegnante che presenta il bambino e la bambina, l’insegnante chiamata a verificare (?) un percorso e il/la bambin@ che mostra o descrive il suo anno scolastico,
si giunge a costruire il narrato . È il racconto di tre attori : un protagonista e due
co-partecipatori.

Insomma , in questo mondo immenso chiamato scuola, variegato e variopinto, la differenza la fanno “ le persone”.

11/05/2022

🎯 LO STUDIO DEGLI OCEANI

🌊 ma allora i continenti sono tutti isole?
Ha chiesto osservando più attentamente l’America del Nord.

Nessuna domanda può cadere nel vuoto,
tutte possono aprire porte sulla conoscenza .

🌊 Così si è avviata tra noi la presentazione degli oceani e dei mari. L’incastro offre la possibilità di SPOSTARE i mari, guardare le coste bagnate, osservarne l’ampiezza; gli approfondimenti nei libretti svelano : le profondità, gli abitanti, le zone pescose…

💜 Studiare con il materiale montessori !!!!

Formações online Guia Montessori: Infantil e Primária | IMI 28/04/2022

Estamos quase quase a começar a Formação de Guia Montessori para as Etapas 0 a 3 e 3 a 6 anos do International Montessori Institute, totalmente online e em Português! As inscrições ainda se encontram abertas e ainda existem algumas vagas disponíveis.

Formações online Guia Montessori: Infantil e Primária | IMI Você quer trabalhar em uma escola Montessori? Escolha um curso de Guia Montessori IMI para 0-3, 3-6 ou 6-12 anos. Validade internacional.

14/04/2022

Photo: 1951, London. Montessori hanging out with children at the Phyllis Wallbank's Gatehouse Montessori School.

'The new life is not limited only to the child. The teacher must possess it. So, the great discovery is that the teacher is also capable of undergoing a change with the help of the child... This is really the co-operation between the soul of the child and the soul of the teacher. Both are now free, both have reached the same peak. The child is grateful to the teacher. The teacher looks upon herself and recognises the new being she has become, and asks herself, "To whom do I owe this? Must I not be grateful to the child? After all which of us is the teacher?" So the word "teacher" rises farther aloft to become a unity...' (Montessori, 1998, p.115)

Montessori, M. (1998) Creative Development in the Child, Vol II. Madras: Kalakshetra Press.

Photos from Scuola Gabriella Ugolini's post 26/03/2022
08/03/2022

🇬🇧🇪🇸🇧🇷⬇️ :
“La nuova, come farfalla uscita dalla crisalide, si sarà liberata da tutte le attribuzioni che un tempo la rendevano desiderabile all'uomo, come fonte di benessere materiale della esistenza. Ella sarà, come l'uomo, un individuo umano libero, un lavoratore sociale e come l'uomo cercherà il benessere e il riposo nella casa rinnovata e riformata. Per se stessa vorrà essere amata e non come mezzo di benessere e di riposo; e vorrà amore, libera da ogni forma di lavoro servile”.

[M. Montessori, La scoperta del bambino, Milano, Garzanti, 1991, pp.372-373. Fotografia: Self-Portrait, 1931, Ilse Bing]

🇬🇧 For Women's Day:
"The new woman, like a butterfly emerging from the chrysalis, will have freed herself from all the attributes that once made her desirable to man as a source of material well-being of existence. She will be, like man, a free human individual, a social worker, and like man she will seek comfort and rest in the renewed and reformed home. For herself she will want to be loved and not as a means of comfort and rest; and she will want love, free from all forms of servile labour".

[M. Montessori, La scoperta del bambino, Milano, Garzanti, 1991, pp.372-373. Photo: Self-Portrait, 1931, Ilse Bing]

🇪🇸 Por el Día de la :
"La nueva mujer, como una mariposa que sale de la crisálida, se habrá liberado de todos los atributos que antes la hacían deseable para el hombre como fuente de bienestar material de la existencia. Será, como el hombre, un individuo humano libre, un trabajador social, y como el hombre buscará consuelo y descanso en el hogar renovado y reformado. Para sí misma querrá ser amada y no como medio de consuelo y descanso; y querrá el amor, libre de toda forma de trabajo servil".

🇧🇷 Para o Dia da :
"A nova mulher, como uma borboleta que emerge da crisálida, terá libertado a si própria de todos os atributos que outrora a tornaram desejável para o homem como fonte de bem-estar material da existência. Ela será, como o homem, um indivíduo humano livre, uma assistente social, e como o homem, procurará conforto e descanso no lar renovado e reformado. Para ela própria quererá ser amada e não como meio de conforto e descanso; e quererá amor, livre de todas as formas de trabalho servil".

25/02/2022

"The best teachers are those
who show you where to look,
but don’t tell you what to see."
Alexandra K.Trenfor

Thomas Eakins - Amelia van Buren with a Cat on her Shoulder, 1891.

Photos from Little Waldorf School's post 24/02/2022

😊

21/02/2022

Welcome to ‘Montessori Architecture’, a design instrument for learning environments. Maria Montessori’s philosophy led to a worldwide repertoire of schools which have in common an inspiring atmosphere. To describe this phenomenon we distilled 28 patterns from the most inspirational examples – each pattern to help in your personal school design.

Montessori Architecture

Atelier Montessori - Educar para a Paz 30/07/2021

Atelier Montessori - Educar para a Paz E se a Educação for a forma mais eficaz de vivermos numa sociedade pacífica, onde todos co-habitamos com paz e respeito entre nós e para com o planeta?

Timeline photos 08/07/2021

Don’t miss the opportunity to hear Baiba Krumins Grazzini speak about how Montessori became Montessori, a revolution that radically changed how the world viewed education and human development, at the webinar held on Saturday, 17 July 2021.

Baiba Krumins Grazzini is Director of Training at the Fondazione Centro Internazionale Studi Montessoriani (FCISM), the first and oldest elementary training institute under the auspices of AMI, established by Mario Montessori in 1961 in Bergamo, Italy. She was Co-Director of Training with Camillo Grazzini from 1992 to 2004 and sole Director of Training of FCISM since 2004. Baiba has also lectured in Spain, Ireland, India, and Japan, where she gave the first elementary training course.

Learn more and register here: https://buff.ly/3hgIfvk

Montessori Vida Prática | Lavar as mãos 19/04/2021

Algumas das apresentações de Vida Prática encontram-se disponíveis para visualização no nosso canal do youtube.
A análise de movimento e uma apresentação detalhada, calma e precisa que desperte a criança para um ponto de interesse são fundamentais para a repetição e a concentração. O Workshop de Vida Prática em Montessori decorrerá já no próximo sábado, 24 de abril, das 9h às 13h. Encontramo-nos lá?

Montessori Vida Prática | Lavar as mãos

Curso Matemáticas Montessori | LabMontessori 28/02/2021

A Primavera anuncia-se e acordámos a pensar no Amor Cósmico. Por tudo o que existe. Aquele que o adulto preparado pode conhecer descobrindo o segredo da criança, que é o que dela nasce e nela existe. Por hoje, contamos as nossas bênçãos e para celebrarmos a vida oferecemos 15% de desconto em todos os nossos Cursos específicos para inscrições até 5 de março. Encontramo-nos lá?
https://www.laboratoriomontessori.com/product-page/curso-matem%C3%A1ticas-montessori

Curso Matemáticas Montessori | LabMontessori As Matemáticas em MontessoriSessões em direto: 3as feiras das 15h às 16h Conteúdos do Curso: Contexto HistóricoVida e obra da Dra. Maria Montessori, integrando o seu trabalho no Movimento da Escola Nova e as influências de outros pensadores de educação. FilosofiaOs princípios basilares e co...

22/02/2021

A criança entre os 3 e os 6 anos encontra-se no Período Sensível do Refinamento Sensorial, interessando-se por estruturar e organizar as impressões da realidade que conhece. A Dra. Maria Montessori observou que a criança consegue compreender e aprender diversos conceitos se lhe for proporcionada a possibilidade de os experimentar de forma concreta e desenhou um conjunto de materiais para a criança observar, classificar e ordenar os estímulos sensoriais. O material de desenvolvimento mostra à criança diferentes qualidades de forma isolada, permitindo-lhe explorar as mais pequenas alterações diferenciais de uma mesma característica, como por exemplo, o comprimento, o volume, o diâmetro, etc. A criança experimenta as "abstrações materializadas", apreendendo-as de forma concreta. O Cubo do Binómio é um dos materiais da Área Sensorial para a discriminação visual de cor e de forma, representando de forma concreta a fórmula algébrica (a+b)³ que mais tarde, na etapa de primária e depois da passagem para a abstração, irá trabalhar. Alguns dos nossos Cursos encontram-se com 15% de desconto para inscrições até 28 de fevereiro, incluíndo o Curso Área Sensorial em Montessori! https://www.laboratoriomontessori.com/product-page/curso-%C3%A1rea-sensorial-3-6-anos

Curso Área de Linguagem 3-6 | LabMontessori 11/02/2021

Maria Montessori observou a "explosão da linguagem" da etapa 3-6 anos, um dos aspetos do Período sensível da Linguagem. O ser humano nasce com a tendência humana da comunicação e sensível aos sons da linguagem humana, como um cidadão do mundo. O bebé distingue os sons humanos e da sua língua materna de entre todos os outros sons e, em apenas cerca de dois anos, poderá comunicar-se através dela. A área de linguagem em Montessori na etapa 3-6 centra-se, sobretudo, na intenção comunicativa da criança, na sua sensibilidade às diferentes formas de expressão e no seu interesse pela possibilidade de se exprimir através da linguagem gráfica.

https://www.laboratoriomontessori.com/product-page/curso-%C3%A1rea-de-linguagem-3-6

Curso Área de Linguagem 3-6 | LabMontessori Nesta formação iremos conhecer como se trabalha a área de Linguagem em Montessori na etapa entre os 3 e os 6 anos, partindo das atividades de enriquecimento do vocabulário até à leitura e à escrita, incluindo as apresentações com os materiais que compõem o currículo. Conteúdos do Curso:....

10/02/2021

Maria Montessori entendeu o desenvolvimento humano como uma sucessão de etapas com características específicas, que ocorrem de 6 em 6 anos. Estas fases caracterizam-se por diferentes necessidades desenvolvimentais e podem entender-se como uma série de renascimentos, com alternância entre períodos de grandes transformações e períodos de maior tranquilidade e consolidação das aquisições da etapa anterior. Os planos de desenvolvimento são um sucessivo alcançar de diferentes independências, que culminam no indivíduo responsável, livre e consciente da sua tarefa cósmica.
1º plano dos 0 aos 6 anos – A Independência Física: "ajuda-me a fazer por mim mesmo"
Para Maria Montessori, a etapa entre os 0 e os 6 anos é a mais importante no desenvolvimento humano, pois é aí que se vão estabelecer as bases da sua personalidade, do seu carácter, do seu estilo cognitivo... A construção e transformações realizadas nesta etapa são extremamente importantes: o recém-nascido é um embrião espiritual, totalmente dependente do ponto de vista físico e, na sua tarefa dupla de desenvolvimento e adaptação, terá de desenvolver o movimento, a linguagem, o pensamento. Este trabalho incansável de auto-construção, no qual se cria o homem, um ser único e irrepetível, acontece com a ajuda das ferramentas com que a natureza dotou os seres humanos, como a Mente Absorvente e os Períodos Sensíveis:
«Portanto, no caso do ser humano, não se trata de desenvolvimento, mas de criação, que parte do zero. O passo maravilhoso dado pela criança é aquele que a conduz do nada a algumas coisas, e é difícil para a nossa mente perceber esta maravilha.» (Montessori, A Criança, p. 34)

Cursos | LabMontessori 09/02/2021

As atividades da Área de Vida Prática são organizadas para que a criança possa agir no ambiente sem depender do adulto, desenvolvendo a independência física (vestir-se, calçar-se, comer...) e a vontade consciente, através do movimento voluntário e motivado, livre de conceitos abstratos, que são percebidos sensorialmente, com objetos familiares e reais (vassoura, copos, esfregonas, aventais, etc) e atividades da vida diária que a criança reconhece e que tem, no ambiente preparado, a possibilidade de realizar por si mesma (pôr a mesa, preparar um lanche, limpar o pó, arranjar flores, cuidar das plantas, etc). Além da preparação indireta para competências futuras, como a escrita e o raciocínio lógico-matemático, as atividades de vida prática promovem o sentimento de auto-estima, de respeito por si e pela comunidade, de responsabilidade e de capacidade. No Curso de Vida Prática em Montessori aprofundamos todos estes objetivos e demonstramos a apresentação dos diferentes exercícios!

Cursos | LabMontessori

Quer que o seu escola/colégio seja a primeira Escola/colégio em Porto?

Clique aqui para solicitar o seu anúncio patrocinado.

Localização

Categoria

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Porto

Horário de Funcionamento

Segunda-feira 09:00 - 19:00
Terça-feira 09:00 - 19:00
Quarta-feira 09:00 - 19:00
Quinta-feira 09:00 - 19:00
Sexta-feira 09:00 - 19:00
Sábado 09:00 - 19:00
Outra Formação em Porto (mostrar todos)
Projecto MiudosSegurosNa.Net Projecto MiudosSegurosNa.Net
Rua Rui De Pina, 179
Porto, 4150PORTO

O Projecto MiudosSegurosNa.Net http://www.MiudosSegurosNa.Net é uma iniciativa familiar que ajuda fam

LIFE Training LIFE Training
Centro Empresarial Do Porto, Rua Engenheiro Ferreira Dias, 161
Porto, 4100-247PORTO

Talvez a empresa mais inspiradora do país! Inspirando Decisões Apaixonadas é o nosso mote. Junta-

Educa.da.Mente Educa.da.Mente
Porto

👩 SocialEducator&KidsCoach 💡Ajudo famílias e profissionais de educação a criar soluções a

Cursos EFA - Escola Profissional de Economia Social Cursos EFA - Escola Profissional de Economia Social
Rua D. João IV, 1000/6 (entrada Pela Rua Da Alegria, 598)
Porto, 4000-300

Educação e Formação de Adultos

COACH PRO COACH PRO
R. Prof. Bento De Jesus Caraça 213/1 Sala 7
Porto, 4200-132

COACH PRO + de 70 ferramentas e planilhas automáticas Ideais para Coachs, Terapeutas e consultores...

Grupo Oporto Forte Portugal Grupo Oporto Forte Portugal
Rua Francisco Carqueja, 179
Porto, 4350185

Formação | Internacionalização | Consultoria | Digital Learning | Certificação AEO | Simulador

Teacher João Teixeira Teacher João Teixeira
ENGLISH CLASS. .
Porto

Aulas particulares de inglês... O inglês é uma língua global e universal invista em seu Futuro...

Татьяна Селс Татьяна Селс
Porto

PRO.продажи и Португалию (иногда на мотоцикле) Маркетолог Тренер Основатель @stories.of.the.ghost

Golden Mean - Formação certificada Golden Mean - Formação certificada
Rua Augusto Luso, 140
Porto

Prestamos serviços de formação certificada nas áreas de desporto, saúde e desenvolvimento pessoal.

getSkilled getSkilled
Rua 5 De Outubro, N° 156 Sirius Loja 23
Porto, 4100-172

"There is no such thing as over skilled" - A getSkilled é projecto que pretende colmatar as lacunas

Centro de Estudos de Medicina Dentária do Amial Centro de Estudos de Medicina Dentária do Amial
Rua Do Amial 283 R/c
Porto, 4200-060

Teacher Carol's English language school. Para todo nível. Teacher Carol's English language school. Para todo nível.
Give A Call To Get The Address/Ligue Para Obter O Endereço. Obrigada
Porto

Sou professora formada da lingua Inglês. Dou aula Inglês para todo niveis básico, intermediários