Gáyatrí - Departamento de meditação

Gáyatrí - Departamento de meditação

Comentários

BALANÇO DO ANO DE 2017 | ESPAÇO CULTURAL - ASHRAM PASHUPATI

Há uma misteriosa alquimia no modo como os ciclos se sucedem. Dia após dia, mês, após mês, de estação em estação, ano após ano. Fazer o balanço de 2017 é olhar para uma mão cheia de oportunidades de crescimento. Crescimento, que não retira a responsabilidade do confronto directo connosco mesmos, na integração plena de tudo o que em nós habita.
E podia e talvez fosse interessante fazer uma enumeração de todas as reuniões de departamento (semanais): de Rajas Agni (departamento de mantra), a Gáyatrí (departamento de meditação), a Tándava (departamento de ásana), ao Círculo de Leitura. Podia e talvez fosse interessante, fazer uma enumeração exaustiva de todos os cursos mensais onde temos a graça de contar - como em todos os outros momentos e em todos os aspectos do nosso crescimento pessoal - com a sabedoria do nosso querido Mestre João Camacho. Podia e talvez fosse importante referir múltiplos eventos marcantes na celebração desta Nossa Cultura: Áshtaka VII (Convenção de Inverno), que coincidiu com a inauguração da inauguração do Espaço Cultural Kailash (Brasil) do nosso muito querido Instrutor Leonardo Terto Magalhães, as celebrações de aniversário de Shrí DeRose, do nosso querido Mestre João Camacho, o Encontro anual de Coros e Recital de Mantra no MASMO (Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, Sintra), o Festival de Yôga de Alcochete organizado pela nossa muito querida Professora Paula Trigo de Sousa, a participação nas Noites Romanas no MASMO com a participação do Departamento Purána (Teatro), a inauguração da nova morada do Espaço Cultural - Ashram Pashupati (vivida intensamente por todos nós), a celebração do aniversário da Biblioteca Shrí DeRose (a Biblioteca com maior acervo de obras relacionadas com o Yôga da Europa), o extraordinário Yôga em Férias (com aulas diárias e visitas semanais a sítios de impar beleza onde - como em tudo o que o Mestre nos apresenta - esteve tão presente a linguagem dos pássaros), ao SwáSthya Yôga Sádhana (no qual a intensidade do experienciado ecoa ainda dentro de cada um de nós), a Diwalí - Festa da Luz (fortemente iluminado com a presença e atuação das nossas crianças numa organização partilhada entre o Departamento Bálaki-Ganêsha e Purána), aos Sat Chakra (mensais), Yôga Cine (na 5.ª sexta feira de cada mês), aos precisos seminários do Curso de Formação de Instrutores de Yôga - Métodos e Técnicas do Yôga.
Poderia e talvez fosse interessante, referir as oportunidades de contacto com a cultura Japonesa através do nosso Querido Mestre e também Sensei João Camacho, no qual encontramos (e não por acaso) múltiplas convergências com aquela que é a nossa Ancestral Filosofia.
Poderia e talvez fosse interesse, referir a profunda gratificação pela minha progressão na escala evolutiva, bem como a progressão de cada um - sem excepção - dos meus queridos companheiros de jornada.
Poderia e talvez fosse interessante, referir o surgimento do Espaço Cultural Gaurí da nossa querida Lúcia Parracho, o acompanhamento na celebração do aniversário do Espaço Cultural Kálí (Alcochete) da nossa querida Professora Paula Trigo de Sousa.
Poderia e talvez fosse interessante referir a alegia que tem sido para mim, vivenciar esta nossa Cultura do outro lado, como Instrutora, e o precioso que é o contacto/convivência com cada um dos alunos (pequenos ou graúdos).
Poderia, e seria interessante, aprofundar cada uma destas referências em particular o que daria lugar a um extenso texto, mas que ainda assim, não faria jus ao profundo impacto que cada um destes momentos foi operando em nós, e em mim em particular, quer no fortalecimento e consolidação desta egrégora, quer na construção/destruição/renascimento sucessivos que este marga opera em cada um de nós.

Pessoalmente, contactar com a Nossa Ancestral Filosofia, foi desde o primeiro momento um encontro com uma filosofia prática, que desde que me lembro ansiava, num caminho que cedo se me apresentou solitário. Recordo a satisfação interior que me chegou ao ouvir a primeira conferência do meu agora querido Mestre João Camacho, creio que no Áshtaka IV, do sentido que me fez cada uma das suas palavras, numa linguagem que ao mesmo tempo me era próxima, e ao mesmo tempo por descodificar. Desde aí até então, não tenho com toda a honestidade palavras que possam expressar a profunda gratidão por tudo o vivenciado, pelas ferramentas que o SwáSthya Yôga - como Filosofia Prática que é - me tem proporcionado na eterna busca/encontro do centro.

Deixo portanto a única coisa que posso deixar: o meu profundo obrigado ao meu querido Mestre João Camacho (de coração), à querida Professora Anabela Duarte e Silva, ao querido Professor Luís Lázaro, à minha muito querida orientadora Professora Paula Trigo de Sousa, à minha querida e doce Instrutora Ana Fina. Obrigado aos meus queridos Terto, Marisa, Ritinha, Lúcia e a todos com que me tenho cruzado neste caminho. A vida é um lugar extraordinário, mas mais ainda, com a vossa presença em tantos e especiais momentos.

E fechando o ano, e portanto mais um ciclo deixo as palavras de Shrí DeRose (Mestre do meu Mestre e portanto meu Mestre duas vezes): "Muda o mundo, começa por ti mesmo." Que a magistral obra da integração do ser prossiga, num caminho que embora seja sempre pessoal e intransmissível (e portanto solitário), segue agora com a rede de uma egrégora que pulsa no centro de tudo o que em mim habita.

Que venha 2018!

Mil abraços, SwáSthya,

Paula Santana, Instrutora Assistente
Discípula de João Camacho, Yôgachárya

Directora executiva: Professora Anabela Duarte da Silva
Estudo das técnicas de meditação. A meditação é uma das técnicas do Yôga.

Funcionando normalmente

18/02/2021

Hoje é o dia do aniversário de Shrí DeRose, um filósofo e uma personalidade marcante. Parabéns Mestre.

30/07/2020

O caldeirão de Évora

Maneira fácil de explicar oque é intuição k*k

04/05/2020

Evidências científicas do uso da meditação | Dr. Miguel Farias

A meditação pode trazer benefício a saúde? De que forma práticas contemplativas pode estar associada a menos qualidade de vida? O que é meditação do pondo de...

27/03/2020

Todos os dias, de segunda-feira a sábado, encerramos a prática do Súrya namaskára com uma prática de meditação.

02/03/2020

Yôga e kundaliní

Bandhas

Retirado de Swami Satyananda Saraswati, "Asana, Pranayama, Mudra, Bandha".

15/02/2020

Yôga e kundaliní

"Depois de concluir meus estudos na faculdade, onde estudei psicologia, filosofia, e religiões do mundo inteiro, meu idealismo juvenil convenceu-me a ir em busca da iluminação — a única meta digna. Tornei-me um asceta moderno. Um período de três anos de reclusão e meditação intensa resultou na experiência do despertar da Kundalini. Por vários dias e noites, uma dor ardente queimava no interior de minha pelve e meu baixo-ventre. Em seguida ela subiu através da coluna até o topo de minha cabeça, deixando-me num estado de êxtase por diversas semanas. Eu esperava ser transformado numa espécie de ser “iluminado” mágico; em vez disso , deparei-me apenas com o início de uma jornada incrível."

"Há uma crença comum que sustenta que o despertar da Kundalini, que ocorre à medida que os nós são liberados, é sinónimo da obtenção da iluminação. Devo dizer que não é assim tão simples. Na verdade, se não somos diligentes em integrar a emergência crescente dos conteúdos inconscientes e os padrões cármicos, podemos muito bem ser impiedosamente lançados num pesadelo vivo, real."

Charles Breaux em "Jornada rumo à consciência: Os chakras, o ta**ra e a Psicologia Jungiana"

06/02/2020

Yôga e kundaliní

Meditation and Cardiovascular Risk Reduction
Levine et al. (2017)
A Scientific Statement From the American Heart Association

22/01/2020

Yôga e kundaliní

Retirado de "Meditation and mantras" de Swami Vishnu Devananda

22/01/2020

Yôga e kundaliní

"From an esoteric perspective, the cosmic creative energies which emanate from the root chakra can be funneled either into procreation (the birthing of new life) or artistic creativity via the generation of new thoughts, ideas, and inventions. Creative expression can manifest through writing, painting, sculpture, and the translation of new ideas into physical reality. Thus, the powerful energies of the root chakra can be used to create babies or to write poetry and music. Either expression is a reflection of creativity of one sort or another. The creative kundalini energies which emanate from the root chakra are actually more like the fuel for the furnace. These energies must be channeled upward into higher centers, like the throat chakra, for the refined expression of art and creativity to occur. When released in a controlled fashion, the energies of the kundalini can attune and align the higher chakras so that higher creative expression as well as higher consciousness is possible."

Richard Ge**er in "Vibrational medicine"

nowmaste.com.br 02/12/2019

Neurocientista da Harvard: Meditação não apenas reduz estresse, ela muda o seu cérebro - Nowmastê

nowmaste.com.br Sara Lazar, neurocientista da Escola de Medicina de Harvard uma das primeiras cientistas a aceitar a respeito dos benefícios da meditação

22/05/2019

A Ciência Divulgada

A Ciência Divulgada

16/05/2019

Recherche uO Research: The mystic fire of Teresa of Avila: A comparative study of mysticism and the Kundalini phenomenon.

ruor.uottawa.ca

portalraizes.com 30/04/2019

A meditação rejuvenesce o cérebro de 50 anos para 25, diz neurocientista de Harvard - Portal Raízes

portalraizes.com Sara Lazar, neurocientista do Massachusetts General Hospital e Harvard Medical School, foi uma das primeiras cientistas a analisar os efeitos da meditação no cérebro. O que ela encontrou a surpreendeu – que a meditação pode literalmente mudar seu cérebro e levando à conclusão de que pratic...

[11/09/18]   Reunião do departamento de meditação:
Meditação passiva e meditação activa

O que acontece quando meditamos? Desenvolvemos a capacidade de tomarmos consciência de diferentes partes da nossa mente.
Quando se começam a ter experiências de meditação aparecem a muitos praticantes seres grotescos, visões horrendas. Descobrem-se também profundos complexos e traumas de que o praticante não tinha consciência. Descobrem-se medos de que não tínhamos consciência. A razão disso é que a nossa consciência passa a actuar nas partes mais profundas da nossa mente iluminando com intensidade os nossos complexos e os nossos medos profundos. Estes medos e complexos são tantas vezes a causa das inexplicáveis depressões. Outras vezes tem-se a percepção do funcionamento dos nossos órgãos e aparelhos, o que leva muitos doentes mentais à "loucura". Os elevados níveis de meditação não são possíveis enquanto esses complexos e medos não forem removidos. Daí que a coragem seja um elemento essencial ao caminhante destes nossos percursos. A mente parece divertir-se com as nossas ansiedades e fobias.

A meditação activa ocorre quando, em elevado nível de consciência, trabalhamos, falamos, realizamos, conduzimos, damos cursos, etc…

A meditação passiva é aquela que nos permite trabalhar os estados meditativos e que nos conduzirão à meditação activa:
1- Sentados
2- Fixando a consciência num objecto – símbolo, objecto, imagem, som, vibração, etc

A meditação passiva acaba por se tornar supérflua para quem alcançou samádhi.

Para ultrapassarmos os receios e os complexos é necessário tomarmos consciência dos mesmos.
A prática de japa promove chitta shuddhi, ou seja, purificação da consciência. E japa promove essa purificação através da eliminação, seja dos samskaras, as impressões profundas das nossas vivencias passadas, mas dito como o faz Swami Satyánanda, as impressões passadas, seja eliminando os vásaná, os desejos futuros.
Impureza, ignorância e desconcentração – são os três grandes obstáculos à meditação. E a prática intensiva de mantra tende a removê-los.

Há vários mitos indianos referentes à confusão, ignorância, falta de memória. Assim é com as nossas pulsões, complexos e medos inconscientes. Não nos lembramos deles. A falta de memória, nestes mitos, é associada à morte. Assim aconteceu com Matsyêndranatha que se apaixonou por uma rainha. E Matsyêndranatha, foi criado por Shiva que o fez a partir dos cinco elementos em proporções perfeitas, criando um ser de extrema pureza. E ao mergulhar na vida mundana esqueceu-se de quem era. E teve de ser o seu discípulo, o nosso conhecido Gôrakshanatha, a salvá-lo. A anamnese é um processo de libertação/salvação, e o mito refere o salvador-salvo. Por isso os discípulos são sempre os salvadores do Mestre.
Os deuses que se esquecem, ou que são esquecidos, caem do céu. Não os outros. Diz-se que os homens que se libertam através das práticas do Yôga e da ascese são deuses que, ao perderem a memória, caíram dos céus e transfiguraram-se em homens. A ascese, o recordar (anamnese), leva-os de volta aos céus e à consciência da sua condição divina. Indriya, o pai dos deuses do panteão hindu sabe disto. E sempre que um asceta inicia um jejum de 40 dias tenta-o com belas mulheres, sedutoras, desejáveis, irresistíveis, que se lhes entregam. E apenas alguns ascetas conseguiram esta proeza, dos 40 dias de jejum – Buddha, Jesus Cristo, etc… Pois numa dada perspectiva o caminho carnal é o caminho do esquecimento e da morte. Todavia, se atentarmos nos ensinamentos tântricos um asceta tântrico em tal circunstância poderia envolver-se com essas mulheres "tentação" sem que isso o desviasse do caminho. Antes pelo contrário, através do maithuna acelararia o processo de tomada de consciência.
O esquecimento pode ser dos acontecimentos primordiais, a cosmogénese, ou pode ser das vivências anteriores da condição individual. Atente-se em Shaktí que no seu devir, na sua praxis transformadora, vai involuindo das formas mais conscientes para as menos conscientes, até que se esquece da sua natureza. E é o esforço de ascese do yôgi que a faz catapultar da base da coluna vertebral para o cimo da cabeça onde volta a ser una com o seu amado Shiva. E a motivação é esse amor.
João Camacho

20/07/2018

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

Visita ao Mosteiro de Alcobaça, integrada no Programa Yôga em Férias. Durante a visita foram feitas práticas de meditação.
Evento organizado pela Professora Anabela Duarte da Silva. Prelector: Mestre João Camacho.

20/07/2018

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

Visita ao Mosteiro de Alcobaça, integrada no Programa Yôga em Férias. Durante da visita fizeram-se várias práticas de meditação.
Evento organizado pela Professora Anabela Duarte da Silva. Prelector: Mestre João Camacho.

24/05/2018

Gáyatrí - Departamento de meditação

28/04/2018

Yôga e kundaliní

"Oh, peregrino del mundo! Sí queréis que vuestro viaje esté libre de obstáculos, tened conciencia de vuestra amada diosa Chiti Kundalini. Despertadla en la meditación, vedla en todas partes y vivid llenos de felicidad. Las formas de los Gurús son su resplandor dichoso. Defino esta gran Shakti Kundalini, personificación de Parabrahma, como Chiti Shakti. Chiti Kundalini, una vez despierta por la gracia del Gurú, hará que vuestro viaje se complete fácilmente. El gran yoga de la meditación os guiará en el camino espiritual. Con las bendiciones de Chiti llegaréis a ser grandes. Vuestras vidas se llenarán de yoga, felicidad y fortaleza y también de todo aquello que sea beneficioso y agradable. Vuestras casas
se convertirán en Kashi (lugar de peregrinación), vuestro trabajo diario adquirirá el valor de un rito, vuestros amigos se transformarán en dioses y diosas y vuestras comidas en ofrendas sagradas. Cualquier acción será una adoración al Ser supremo y en su debido momento alcanzaréis el fruto final: la unión con Chiti."

Swami Muktananda, El juego de la conciencia

tibethouse.org.br 13/03/2018

Fantástico novo experimento confirma que a realidade não existe se não estivermos olhando.

tibethouse.org.br Por Anna LeMind | 3 de junho de 2015 Conforme uma famosa teoria da física quântica, o comportamento de uma partícula altera-se dependendo se há ou não um observador. Basicamente, ela sugere que a realidade é um tipo de ilusão que só existe quando estamos olhando. Inúmeros experimentos quân...

13/02/2018

Hashem Al-Ghaili

Speaking a second language slows brain aging and makes you smarter.

26/01/2018

The Yogi Press

The 18 ITIES Teach Us How to Express Yoga at all Times. In this second part of the article we learn about the importance of cultivating veracity, equanimity, fixity, non-irritability, adaptability, humility, tenacity, integrity, nobility, magnanimity, charity, generosity and purity.

[01/14/18]   Meditação passiva e meditação activa

14/01/2018

Gáyatrí - Departamento de meditação's cover photo

14/01/2018
13/07/2017

Biblioteca DeRose

Sugestão de Leitura n.º 37
Julho de 2017.

Vivendo com os Mestres do Himalaya
Swami Rama

Uma auto-biografia de Swami Rama repleta de ensinamentos. Um livro apaixonante sobre o percurso inicial (desde a infância) deste Grande Mestre. Aproveite as suas férias e delicie-se com este livro.

Disponível na Biblioteca DeRose

08/05/2017

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

Faça a sua inscrição. 6 aulas por semana, passeios visitas culturais, atividades de exterior, etc...

08/05/2017

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

Faça a sua inscrição. 6 aulas por semana, passeios visitas culturais, atividades de exterior, etc...

08/05/2017

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

Faça a sua inscrição. 6 aulas por semana, passeios visitas culturais, atividades de exterior, etc...

02/04/2017

Espaço Cultural - Ashram Pashupati

05/12/2016

Professor DeRose

Entenda a relação da sua mente com a meditação.
#derosemethod #deroselive

27/11/2016

Sincronizados

Experimentar la unidad. Sentir que algo dentro se muere... la ignorancia.
Cuando la TV ayudaba a despertar conciencia.

26/08/2016

Gáyatrí - Departamento de meditação's cover photo

28/03/2016

Hashem Al-Ghaili

The universe is within us.

visao.sapo.pt 14/03/2016

Queixar-se constantemente não é só chato. É terrível para a saúde

visao.sapo.pt Falar do que o aborrece pode ajudar. Mas fazê-lo a toda a hora pode ter consequências sérias para a sua saúde mental e mesmo física

14/03/2016

myscienceacademy.org

Ancient teachings tell us that humans have the capacity to gain extraordinary powers through these techniques!

Localização

Categoria

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Rua Gago Coutinho, N.º 50
Montijo
2870-330
Outra Escola em Montijo (mostrar todos)
100PorCento 100PorCento
Praceta Cidade De Braga, 71
Montijo, 2870

O 100PorCento é um centro de apoio pedagógico com serviço de transporte. No nosso espaço poderá também realizar festas de aniversário e eventos.

ClaudiaBorralho ClaudiaBorralho
Av. D. Afonso V
Montijo, 2870-065

Sinfonias E Eventos Sinfonias E Eventos
Rua João Pedro Iça - Páteo Do Gaspar, 16 A 19
Montijo, 2870

Escola de Artes e promoção de eventos culturais

Escola Profissional do Montijo Escola Profissional do Montijo
Rua José Da Almada Negreiros 217
Montijo, 2870-442

O Ensino Profissional é uma modalidade de educação

Biblioteca DeRose Biblioteca DeRose
Espaço Cultural - Ashram Pashupati Rua Gago Coutinho, N.º 50
Montijo, 2870 - 330 MONTIJO

A Biblioteca foi fundada pelo seu proprietário, o Mestre João Camacho Directora interina da Biblioteca DeRose: Instrutora estagiária Michelle Seno. Bibliotecário: Gonçalo Camacho.

Matemásio Matemásio
R. D. Augusto Pereira Coutinho, 3
Montijo, 2780-309

Mais que o exercício de Matemática... [email protected] De 2ª a 6ªfeira das 14:30H às19:00H.

Cruzeiro do Ensino Cruzeiro do Ensino
Rua Rui De Pina, 184
Montijo, 2870

No Cruzeiro do Ensino proporcionamos uma aprendizagem da mais elevada excelência a alunos de todas

Dance2You Dance2You
Av. D. João IV .Montijo
Montijo, 2870

Danças de Salão Latinas e Clássicas. Escola de social , crianças , competicão. Angélique Pires - Professora e júri internacional de danças de salão. Começou a sua carreira profissional em França onde nasceu e residiu até 2006, foi 5 vezes camp

Tándava. Departamento de ásana Tándava. Departamento de ásana
Rua Gago Coutinho, N.º 50
Montijo, 2870-330

Página do departamento de ásana do Ashram Pashupati. Directora executiva: Professora Anabela Duarte da Silva.

Associação de Karate - Caminho Ancestral Associação de Karate - Caminho Ancestral
Pavilhão Do Esteval
Montijo, 2870

Aulas de Karate Shotokan JKS, karate Tradicional e Desportivo dos 6 anos aos 60 anos.

Centro Clínico e Pedagógico do Montijo Centro Clínico e Pedagógico do Montijo
Rua Gago Coutinho Nº18
Montijo, 2870-330

Sabendo que cada pessoa é única, torna-se essencial apoiar de forma também diferenciada e individualizada cada criança ou jovem, de acordo com as suas necessidades. Juntos, encontraremos o melhor caminho para termos crianças felizes e bem sucedidas.

Academia Vriksha Bonsai Academia Vriksha Bonsai
Rua Gago Coutinho, N.º 50
Montijo

A nossa missão é o desenvolvimento de uma escola que promoverá o estudo, o ensino, o desenvolvimento e a divulgação da arte do bonsai.