Escola do Adro

A Escola do Adro estará aberta a toda a comunidade de qualquer faixa etária e funcionará como um espaço de encontro e partilha. Estará aberta de segunda a sexta feira das 14:00 às 19:00 com um programa que conjuga o acompanhamento do estudo/pesquisa com ateliers lúdico pedagógicos proporcionando actividades que estimulem as capacidades intelectuais, sociais e pessoais bem como o espírito de grupo e a cooperação. A Escola do Adro terá como principal objectivo contribuir para o desenvolvimento de uma cidadania plena, tendo como base os seguintes pressupostos: pensar, fazer, ser e estar. A Escola do Adro é um projecto da União das freguesias de Águeda e Borralha. Valências: - DTL (Desocupação de Tardes Livres) em período letivo Horário: segunda a sexta das 14 às 19:00 Destinatários: Alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico Actividades: actividades lúdico pedagógicas; acompanhamento à pesquisa; dinamização de grupo; cidadania; - Junta-TE (actividades em interrupções lectivas e férias escolares) Horário: 09:00 às 18:30 Destinatários: 8 aos 15 anos - Biblioteca da Escola do Adro Horário: 14 às 19:00 segunda a sexta Destinatários: Toda a comunidade - Banco do Livro Escolar Horário: Segunda a sexta das 14:00 às 19:00 ( entre 1 de Agosto e 15 Outubro) Destinatários: Toda a comunidade Actividade: Recolha, verificação e catalogação de livros escolares para reutilização. - Academia Desenrasca Realização de oficinas/workshops que contribuam para o desenvolvimento de competências básicas de sobrevivência no dia-a-dia, designadamente costura, culinária, bricolage, mecânica básica. O que já acontece na Escola do Adro: Actividades regulares com entidades parceiras : Danças do Mundo – (quinta feira das 21:00 às 23:00)

Sabemos que não está a ser fácil estar entre paredes.
Lançamos o desafio de as ouvir.
Que estarão a pensar as paredes? Nunca os humanos, que vivem dentro das casas, estiveram dentro delas tanto tempo.
Não, também não deve ser fácil para elas. Têm entre os 10 e os 15 anos e o primeiro texto que recebi foi este:

"(Estão quatro paredes brancas no palco que juntas formam um quadrado.)

(Começam a falar baixinho.)

Parede 1 – então como é que estão?
Parede 2 (eleva a voz) - estou em pé como sempre estive. E tu?
Parede 1 – também! Tem de ser não é, alguém tem de sustentar esta casa!
Parede 3 (grita) - calem-se! Uma parede bem que tenta descansar mas vocês (pausa) são impossíveis!
Parede 4 (diz calmamente) - tenham calma, não se zanguem.
Parede 1 (ignora) - ultimamente o ambiente entre nós anda estranho.
Parede 3 – claro! Com os humanos a passarem 24 horas 7 dias por semana em casa como é que podíamos estar relaxadas?
Parede 4 (tenta ser positiva)- não digas isso a companhia deles até é agradável.
Parede 2 – por muito que me custe, concordo com a parede 3.
Parede 1 (ironicamente) - sim, pela primeira vez a parede 3 tem razão!
Parede 3 (diz com tom convencido) – eu tenho Sempre razão!
Parede 4 – calem-se! Calem-se!
(entra uma mulher com molas no cabelo, robe e chinelos cor-de-rosa com detalhes a dourado.
Depois desta entra um homem com óculos, chinelos de dedo e a fumar um cigarro)
(as paredes ficam estarrecidas a olhar não se mexem e quase não respiram, qualquer sopro poderia causar uma catástrofe horrível: destruir o cabelo daquela mulher loira)

Parede 3 (quebra o gelo) – epá mexam-se! Parecem estátuas.
Parede 4 (entre dentes) – não fales! eles ouvem-te
Parede 3 – ouvem o tanas! Não vês que estão mais ocupados a torturar o sofá!
Parede 4 – torturar o sofá? Que horror!
Parede 3 – sim. Estão alapados naquele sofá a toda a hora menos quando vão à casa de banho.
Parede 1 – eiiiii! Olha o exagero. És mesmo exagerada.
Parede 2 (acenando com a cabeça) – eles também se levantam para ir cozinhar e comer.
Parede 4 – mas porque é que será que estes humanos não vão trabalhar?
Parede 3 – se calhar o patrão estava mas é farto de os ver.
Parede 1 – não sejam tolas! É óbvio que eles estão de férias, daquelas antecipadas, ou reformados, sei lá.
Parede 4 – daquelas férias que nos nunca temos queres tu dizer…ou que temos quando eles vão de férias para outras casas.
Parede 2 – para de ser tão pessimista.

Parede 4 (preocupada) - e se eles estiverem doentes?
Parede 1 – Estes humanos lá devem ter os seus motivos. Mas o que eu sei é que estou fartinha de os aturar.
Parede 2 – isso é que é verdade, não podemos estar à vontade!
Parede 3 - pois nunca podemos falar porque temos medo que os humanos ouçam, vocês sabem que “os humanos têm ouvidos”!
em que Parede 4 – concordo com vocês todas, mas por favor façam menos barulho…
(as luzes apagam-se gradualmente)

- Vivi, 14 anos, em casa e a portar-se muito bem ;)

Sim, vai correr tudo bem!
Estamos prontos!

#estamosprontos
#fiquememcasa
#usaoteusorriso

"Tenho aqui um adulto! O que é que eu faço?"

- O Primeiro Capítulo -

Continuamos a gostar e a precisar de falar uns com os outros.
Têm entre os 10 e os 15 anos e estão fechados em casa com os seus adultos.
"Escolhe um adulto que tenhas aí ao lado e descreve-o. Faz uma espécie de manual de instruções para lidar com ele. Descreve o teu adulto, o melhor que conseguires."
Desta vez as respostas chegaram por email, escritas em forma de desabafo. Resolvemos partilhar.
Deixo aqui algumas das primeiras anotações. Amanhã voltamos a este assunto ;)

"O Ricardo é um bocado preguiçoso, mas é trabalhador.
Um dos passatempos que mais gosta é cozinhar.
Gosta muito de experimentar comidas novas que depois no final ficam muito boas.
Normalmente em casa anda de fato de treino e costuma ver televisão e estar no telemóvel. "

"O João tem 70 e poucos anos, não gosta de ficar em casa muito tempo e gosta de pizza. Ele gosta muito de ir ter com os amigos ao café e gosta de almoçar comigo pois para ele é uma distracção. Às vezes convém falar mais alto para ele, por exemplo ao telefone. Faz uns robalos assados no forno com batatas que é um espectáculo, mas o Sr. João é muito teimoso por isso convém deixá-lo levar a bicicleta, ele é tal como eu. Cumpre sempre os horários e é uma pessoa muito querida e simpática, quando não acorda de mau humor. Ele é muito especial!"

"Maria de Lourdes é o nome dela. Gosta de mandar e ter tudo controlado, é refilona mas muito preocupada e por vezes essa preocupação presente nesta mulher evidencia-se mais do que o normal. Eu não me importo, por um lado porque já estou habituada, por outro porque também sou assim.
A Maria de Lourdes é de um tempo que não foi fácil e que os cuidados de higiene não eram a principal preocupação. Afinal para que é que interessava ter as mãos lavadas antes de comer se não havia comida? Os cuidados que ela devia de ter provavelmente nunca teve. Acho que esta altura era a melhor para ela começar a aprender.
Ninguém nasce ensinado. Pego-lhe pela mão e levo-a para a cozinha. Lavamos as mãos, esfregando-as meticulosamente sem deixar nenhuma bateria ou vírus passar daquele momento.
Fazemos este ritual todos os dias como se fosse uma reza. Ela não faz algumas vezes, pelo menos tenta não fazer, finge que se esquece ou se calhar até se esquece mesmo.
Sei que nesta fase que a sociedade esta passar os cuidados deviam de ser dobrados, mas temos de ter calma. Tu não aprendeste a andar sozinho de uma vez, por isso não estejas à espera que uma mulher que já passou por demais consiga aprender como se nascesse ensinada."

(se tiverem por aí alguém que queira trocar por miúdos os seus adultos, façam o favor de os incentivar. podem enviar-nos para o nosso email: [email protected])

Sim. Vai ficar tudo bem.
Usem os vossos sorrisos.
Sempre. 💪❤️🍀

Recados de bom dia: tenham calma, adultos.
💪😊😉

das listas de pequenos conselhos entre amigos.
se não fores invejoso podes partilhar 😉😉😊

tempos modernos. :)
a nossa escola do adro teve que fazer um update ao seu funcionamento.
vamos continuar a funcionar todos os dias enquanto equipa desenrascada!
email, chamada de vídeo, messenger e whatsapp ;)
vai ser fácil para as nossas criaturas que estão mais do que habituadas a isto! Nós vamos dar o litro para aprender a continuar a estarmos juntos "desta" maneira!
(a)guardem-nos, vamos arranjar forma de nos entreter e a vocês também ;)

É este o nosso recado. ❤️💪

As escolas devem fechar?

E se as escolas fecharem?
Quarentena não são férias!

Tendo em conta as recomendações da DGS por questões de prevenção e para salvaguarda de todas as partes envolvidas a escola do adro entende prudente o cancelamento das inscrições para o programa de actividades previsto para as férias da Páscoa.
Até indicação em contrário continuaremos a funcionar em regime de horário habitual.

Estivemos a apontar aqui umas coisinhas para não nos esquecermos.
Boa semana!

Esqueci-me de os mandar lavar as mãos e confesso que também não nos lembramos de manter a tal distância de segurança. Tem entre os 10 e os 15 anos e sentaram-se no chão para conversar uns com os outros fazendo ouvidos moucos ao isolamento social.
- E então, o que é que queres saber hoje?
- Deixa-nos adivinhar, não vais ser nada original e vais querer saber do Corona, não é?
- Já estamos fartos de ouvir isso! O que é que te falta perceber?
- É um vírus, um vírus que se transmite facilmente.
- Tipo a gastroenterite ou la´como é que se diz! Também basta um para ficarmos uns tantos.
- Não,é parecido com a gripe, tipo dá tosse e febre e dores no corpo.
- E ranho? Também dá ranho?!( risos)
- Pronto, é isto. Um vírus que anda por aí, que é novo e para o qual ainda não há vacinas.
- Está em quase todos os países e nós fomos dos últimos na Europa, para variar, não é? (mais risos)
- Ainda não foi considerado uma epidemia. Acho que deve ser por ainda faltar morrer mais alguns.
- Sim, mas só morrem os que já estão bué doentes de outras coisas. Os mais velhos e os que estão com outras doenças mais graves.
- Ya, se calhar morriam na mesma, mesmo que fosse só com mais uma gripe normal ou uma pneumonia em cima do que já têm.
- Não vale a pena alarmes! Anda tudo a exagerar.
- Sim, mas está a morrer muita gente por causa disto!
- Pois está! Mas morrer-se de muita coisa, sabes? Isto é só
mais uma. Não vivemos para sempre.
- Eu morro é de riso a ver toda agente com máscaras! Os adultos são um bocadinho histéricos. Parece que nem ouvem as notícias a dizer que as máscaras são para usar por quem já está infectado ou doente!
- Sim, e já disseram que a cena do álcool para desinfectar as mãos também não é preciso porque o sabonete chega desde que laves bem as mãos.
- É giro ver os adultos a ter que lavar as mãos tantas vezes quanto nos mandam a nós! (risos)
- Anda tudo a aprender regras básicas de higiene! Toma! (risada)
- Eu não sei porque é que se chama "quarentena" a um período de 14 dias Nem de matemática percebem. Uma quarentena deviam ser 40 dias, não era?
- Pois era! Ainda se em vez de 14 fossem 15 dizia-se quinzena!
- Eu acho que devia ser obrigatório! Parece que não é mas devia haver uma lei a dizer que sim!
- Não é preciso lei, só não respeita quem for mesmo muito estúpido!
- Posso dizer uma coisa? Eu acho que isto foi uma cena criada em laboratório pelos chineses para se livrarem dos mais velhos e dos doentes. Eles têm muita gente, são um dos países mais populosos e até proíbem as pessoas de ter filhos! Agora arranjaram isto para dar cabo dos mais velhos e dos doentes, mas não pensavam era que fosse sair de lá.
- Credo! Achas?! Estás parvo!
- Ya, não pode ser! Ninguém ia fazer isso, andas a ver muitos filmes.
- Eu, se ficasse de quarentena, ia ver muitos filmes! E jogar, comer e dormir!
- E as aulas?
- Sei lá, cala-te! depois via-se, há a escola virtual mas ainda não ouvi ninguém a falar dessa hipótese por isso nem os lembres. (risos)
- Eu morria mais depressa da quarentena do que do vírus. Ia ser uma seca! O vírus nem precisava de intervir, chegava o tédio!
- Ouvi hoje que estão preocupados que chegue a África! Que tristeza! Em África é só mais uma! Para eles era só mais uma coisa pela qual iam morrer...
-Pois, se calhar nem iam. Porque podem ter defesas, eles lidam com vírus e cenas muito mais fatais e difíceis do que o Corona.
- Sim, eles morrem todos os dias de muitas coisas e até de fome....
- sim....
- Sabes uma coisa? O maior perigo não é o vírus. O mais perigoso são os media e a confusão na cabeça das pessoas!
- Ya, as pessoas! Há pessoas que são um perigo! (risos).

Ninguém tossiu e depois da febre medida tivemos dúzia e meia de valores na casa dos 36 ;)

E tu, o que é que vais fazer no domingo à tarde? :)
Confirma a tua presença através do email: [email protected]

Segunda-feira, vamos lá a isto! ;) :D

É já no próximo domingo à tarde :)
Não te esqueças de confirmar a tua presença através do email: [email protected]
Contamos contigo!

Não conseguimos fugir à ordem de trabalhos que a realidade impõe. O que é que se passou afinal com o Marega? Foi racismo? Somos racistas? Têm entre 10 e 15 anos e alguns jogam à bola.

"- Aquilo foi racismo sim!
- Se sou racista?! Se queres que te diga a verdade se calhar às vezes até sou quase sem querer... e acho que toda a gente já foi, numa ou noutra situação.
- Não, não acho que seja toda a gente. Eu tenho quase a certeza que não sou. Pelo menos, até agora, acho que nunca fui.
- Dizes tu! Foste, foste de certeza, nem que tenha sido só um bocadinho e mesmo que tenha sido sem querer. Podemos ser "sem querer", sabes?
- Olha que não! Eu tenho para aí uns cinco ou seis pretos na minha vida! Entre a escola e o futebol e nem penso nisso.
- Estás a ver?! Estás a ver como é que estás a dizer isso?!
- O que é que tem?! Eu não estou a discriminar ninguém negativamente. Não estou a inferiorizar ou a tratar mal.
- Está bem, mas gostavas que te chamassem branco? Que te referissem a ti pela cor da pele?
- Sabes que se calhar isso acontece porque há cá mais pretos do que brancos. Se estivesses em África queres apostar que te chamavam "branco"?!
- Então não há racismo?! Queres dizer que está tudo bem, é isso?
- Não! Claro que há. Mas o que aconteceu ali não foi só racismo.
- Então o que é que foi?
- Foi falta de educação! Falta de formação! Foi uma estupidez!
- Pois, também foi. Mas foi racismo!
- Foi feio terem imitado o barulho de macacos! Foi gozar!
- Há macacos albinos, sabias?! (risos)
- Fora de brincadeiras, foi muito feio e até entendo o que o jogador fez.
- Eu jogo à bola!
- Eu também!
- E eu também! E até jogo com pretos! Que me chamam branco e rimo-nos todos. Não fazemos por mal! Não é no "mau sentido", percebes?!
- Eu acho que só é racismo quando é em sentido, como é que se diz?! Assim, pejorativo, não é? Tipo a diminuir a pessoa...
- Racismo não é chamar preto a um preto ou branco a um branco! Racismo. é descriminar! Descriminar por causa da raça.
- Por causa da raça e não só. Pode ser por causa de uma data de outras coisas.
- Não, racismo é quando é por causa da raça.
- Então, há coisas piores! Há pessoas que se descriminam por uma data de coisas e a raça até é o menos.
- Eu acho que se nós somos racistas é por causa da nossa educação. É como se fossemos aprendendo a ser.
- Pois, não nascemos ensinados. (risos)
- Sabes que o meu bisavô era preto? Eu podia ser preto mas não sou, pelo menos por fora, na cor da pele.
- E a minha mãe é "parda", sabiam?
- Como assim, parda?
- É o que acontece quando a família tem muitas cores.
- Mas querias saber se há racismo, não era? Se somos racistas? Fica a saber que não somos mas se calhar podemos ficar quando crescemos, sei lá.
- Sim, às vezes crescemos mal.
- Se tu ouvisses os adultos nas bancadas de um jogo de infantis ias perceber...."

boas férias :)
estamos de volta dia 27!

Têm entre os 10 e os 15 anos e já sabem como será o amor perfeito.

o meu amor perfeito visto por elas:

"- Deve ser lindo. Por fora também. Há quem diga que não interessa muito mas interessa sempre um bocadinho!
- Deve respeitar-me e gostar de se ocupar de mim, assim tipo a fazer coisas para que nos sintamos bem os dois.
- O meu pai sabe cozinhar muito bem e o meu namorado perfeito também deve saber fazer alguma coisa para comermos.
- Deve fazer-me rir todos os dias. Eu quero alguém que me faça feliz sobretudo quando estou triste com qualquer coisa.
- Não deve mudar de personalidade nem de atitude quando estiver com os amigos dele.
- Não deve ter vergonha de mim.
- Tem que me respeitar e confiar em mim e nas minhas capacidades.
- Não deve ser uma pessoa superficial e deve ser capaz de sentir as coisas e de se emocionar também.
- Tem que ser alguém que sabe que não deve cuscar as minhas coisas nem trair a minha confiança.
- Deve ser companheiro e deve fazer-me surpresas."

o meu amor perfeito, visto por eles:

"- Deve ser simpática e ter bom coração sem ser muito lamechas.
- Obrigatoriamente loira mas pouco burra!
- Morena e simpática com cabelos longos e sorriso grande.
- Deve ser a minha luz nos dias mais escuros ou quando entro num sítio qualquer.
- Deve ser fiel e pouco chata.
- Deve ser de confiança e convém que saiba fazer um pouco de tudo.
- Deve ter cabelo comprido e cheirar bem. É muito importante que eu goste do cheiro dela.
- Deve ser uma miúda simples, por dentro e por fora.
- Gostava que fosse inteligente mas um niquinho menos do que eu.
- Deve amar-me mas deve amar-se a ela também."

"Afinal, o que é o amor?

- Há várias maneiras de amar, por isso há vários tipos de amor!
- Pois há, há amores não sucedidos, por exemplo.
- Não sucedidos? Queres dizer mal sucedidos?
- Não, quero dizer amores que não sucedem dos dois lados. Acontece só num coração.
- O amor não precisa de ter dois lados. Às vezes só uma pessoa é que ama e a outra nem sabe. Ou então sabe mas não sente a mesma coisa.
- Não se deve estar numa relação assim. Quando o amor é só de um lado mais vale estarmos sozinhos.
- Quando as pessoas só querem curtir não estamos a falar de amor.
- Não acho que haja mais do que um tipo de amor. Para mim há amor e pronto!
- Amar é querer ver os outros felizes. Quando a felicidade dos outros nos faz feliz é porque os amamos e se eles ficarem felizes por nós é porque também nos amam. "

dia 8 de Março ;)
contamos contigo?

Bom fim de semana! Portem-se bem graúdos 😊😊😂

Bom fim de semana ❤️🎉☺️

🎄❤️😎

a escola do adro

A Escola do Adro está aberta a toda a comunidade de qualquer faixa etária e funciona como um espaço de encontro e partilha. Está aberta de segunda a sexta feira com um programa que conjuga o acompanhamento do estudo/pesquisa com laboratórios lúdico pedagógicos proporcionando actividades que estimulem as capacidades intelectuais, sociais e pessoais bem como o espírito de grupo e a cooperação.

A Escola do Adro é um projecto da União das freguesias de Águeda e Borralha. Tem como principal objectivo contribuir para o desenvolvimento de uma cidadania plena, tendo como base os seguintes pressupostos: pensar, fazer, ser e estar.

Valências:

- DTL (Desocupação de Tardes Livres) em período lectivo

Horário: segunda a sexta das 14:00 às 18:30

Destinatários: Alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico (10 aos 15)

Actividades: actividades lúdico pedagógicas; acompanhamento à pesquisa; dinamização de grupo; cidadania.

- Junta-TE (actividades em interrupções lectivas)

Horário: 09:00 às 18:30

Almoço e seguro incluídos

Destinatários: Público alvo: 8 aos 15 anos

- Biblioteca da Escola do Adro

Horário: 14:30 às 18:00 segunda a sexta (em construção)

Destinatários: Toda a comunidade

Actividades: Utilizando as ferramentas de gestão cedidas pela Biblioteca Municipal a Biblioteca da Escola do Adro disponibiliza um espólio de livros para consulta ou requisição.

- Banco do Livro Escolar

Horário: Segunda a sexta das 14:30 às 19:00 ( entre 15 de Agosto e 15 Outubro)

Destinatários: Toda a comunidade

Actividade: Recolha, verificação e catalogação de livros escolares para reutilização.

Academia Desenrasca

Realização de oficinas/workshops que contribuam para o desenvolvimento de competências básicas de sobrevivência no dia-a-dia, designadamente costura, culinária, bricolage, mecânica básica.

Actividades regulares com entidades parceiras :

- Danças do Mundo (Renata Silva) – (quinta feira das 21:00 às 23:00)

- Atelier de Tapeçaria e Bordados (Professora Lurdes) - (quarta-feira das 14:00 às 17:30)

Quer que o seu escola/colégio seja a primeira Escola/colégio em Águeda?

Clique aqui para solicitar o seu anúncio patrocinado.

Vídeos (mostrar todos)

Localização

Categoria

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Largo Dr António Homem De Mello
Águeda
3750
Outra Escola em Águeda (mostrar todos)
PES - ESAP PES - ESAP
Águeda
Águeda, 3750

Projeto Educação para a Saúde - Escola Secundária de Adolfo Portela

GIZ Centro de Explicações GIZ Centro de Explicações
Rua Da Independência De Agueda N° 39
Águeda, 3750

Serviços: - Explicações:1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo e Secundário; - Preparação para Exames; - Preparação para Testes Intermédios; - Apoio ao Estudo; - Sala de Estudo.

AE ESAP AE ESAP
Rua Joaquim Valente Almeida, 242
Águeda, 3750-154

Associação de Estudantes da Escola Secundária Adolfo Portela 2016/2017

Curso Avançado Arduino - AEAS Curso Avançado Arduino - AEAS
Largo Dr. António Breda
Águeda, 3750-106

Não são necessários conhecimentos prévios de eletrónica e programação O Curso Avançado de Arduino contabiliza 12 horas (em geral) de atividades práticas.

Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga
Rua Inspector Arménio Gomes Dos Santos
Águeda, 3750

O Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga agrega os estabelecimentos de ensino de vários níveis localizados na parte norte do concelho de Águeda.

Speak.com Speak.com
Rua Do Barril, Edificio Zuzu, Bloco 2B, Mourisca Do Vouga
Águeda, 3750-782

Centro de Explicações e Ensino de Línguas

Conservatório de Águeda Conservatório de Águeda
Casa Do Adro, S/n
Águeda, 3750-134

Escola do Ensino Artístico Especializado da Música com sede no concelho de Águeda.

Disha Academy Disha Academy
Rua Vila 35-B
Águeda, 3750-041

A Disha Academy é um conceito de formação na área da culinária, direcionado para todos os que gostam de gastronomia.

SurfCasting School SurfCasting School
Rua Do Vidoeiro
Águeda, 3750-035

School Surfcasting/Spinning, Team Events on Atlantic Coast Portugal.

LISTA M - Escola Secundária Adolfo Portela LISTA M - Escola Secundária Adolfo Portela
Rua Joaquim Valente Almeida,
Águeda, 3740-154

Arca da Botaréu- Associação Reacreativa e Cultural de Águeda Arca da Botaréu- Associação Reacreativa e Cultural de Águeda
Rua Engenheiro José Bastos Xavier
Águeda, 3750 ÁGUEDA

Arca da Botaréu-Águeda

Escola de condução Auto Fama Escola de condução Auto Fama
Rua Joaquim Valente De Almeida 126
Águeda, 3750-154