Carla Castro

| A vida é sobre criar o melhor impacto e o meu trabalho é fornecer-lhe as estratégias para isso |

Funcionando normalmente

14/09/2021

Artigo de Opinião

Falando de Coaching e da sua importância no meio corporativo.
''Concluiu-se de uma pesquisa realizada em Harvard que, para ultrapassar uma empresa que está em primeiro lugar na sua actividade e que tem tido nos seus alicerces o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, são necessários 7 anos para que outra empresa a consiga superar. Interessante não é verdade?

Caso a empresa que esteja à frente, tenha na base, o preço dos seus produtos, em apenas e somente 60 dias, a sua empresa concorrente poderá ultrapassá-la.

Contudo, se a empresa está à frente devido a recorrer intensamente, a meios publicitários, em apenas 1 ano, pode ser ultrapassada pela concorrente.'
Fonte: Fortune Magazine

Assim, o Coaching assume um protagonismo diferenciador na cultura corporate da empresa. Há diferenças gigantescas entre as que passam por um processo de coaching e as que não passam. As diferenças notam-se logo entre os recursos humanos.

Vamos supor que um colaborador de uma empresa não consegue falar com clareza às chefias, provavelmente devido a algum bloqueio emocional, ou naturalmente, problemas como a falta de auto-estima. O Coach irá, através de algumas técnicas e estratégias, potenciar o ultrapassar desses bloqueios, desconstruindo-os, para estimular no colaborador, melhores formas de lidar com a situação. Isto é, o Coach irá promover novos comportamentos que irão romper com os anteriores, determinando o atingir, facilmente, dos resultados. O Coach irá treiná-lo!

Tendo em conta o mercado competitivo, as empresas devem inovar e apostar no desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores. Ter recursos humanos com mais competências e preparados para agir em diversas situações, verdadeiros testes de stress, é meio caminho andado para que as próprias startups sejam survivors e se mantenham por cá muitos anos.

Em suma, um processo de coaching em ambiente empresarial irá debruçar-se em quatro vertentes:

Colaboradores – estimulando-os para a acção, encontrando em si, as soluções adequadas.

Chefias – Adequar a forma de comunicar com as suas equipas.

Empresa – Estabelecimento de objectivos exequíveis e aferir a forma de os atingir.

Individuo – Trabalhar a motivação e desenvolver talentos.

Desta forma, um processo de Coaching irá contribuir para um aumento da produtividade e favorecendo a realização pessoal do individuo.

Artigo de Opinião

Falando de Coaching e da sua importância no meio corporativo.
''Concluiu-se de uma pesquisa realizada em Harvard que, para ultrapassar uma empresa que está em primeiro lugar na sua actividade e que tem tido nos seus alicerces o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, são necessários 7 anos para que outra empresa a consiga superar. Interessante não é verdade?

Caso a empresa que esteja à frente, tenha na base, o preço dos seus produtos, em apenas e somente 60 dias, a sua empresa concorrente poderá ultrapassá-la.

Contudo, se a empresa está à frente devido a recorrer intensamente, a meios publicitários, em apenas 1 ano, pode ser ultrapassada pela concorrente.'
Fonte: Fortune Magazine

Assim, o Coaching assume um protagonismo diferenciador na cultura corporate da empresa. Há diferenças gigantescas entre as que passam por um processo de coaching e as que não passam. As diferenças notam-se logo entre os recursos humanos.

Vamos supor que um colaborador de uma empresa não consegue falar com clareza às chefias, provavelmente devido a algum bloqueio emocional, ou naturalmente, problemas como a falta de auto-estima. O Coach irá, através de algumas técnicas e estratégias, potenciar o ultrapassar desses bloqueios, desconstruindo-os, para estimular no colaborador, melhores formas de lidar com a situação. Isto é, o Coach irá promover novos comportamentos que irão romper com os anteriores, determinando o atingir, facilmente, dos resultados. O Coach irá treiná-lo!

Tendo em conta o mercado competitivo, as empresas devem inovar e apostar no desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores. Ter recursos humanos com mais competências e preparados para agir em diversas situações, verdadeiros testes de stress, é meio caminho andado para que as próprias startups sejam survivors e se mantenham por cá muitos anos.

Em suma, um processo de coaching em ambiente empresarial irá debruçar-se em quatro vertentes:

Colaboradores – estimulando-os para a acção, encontrando em si, as soluções adequadas.

Chefias – Adequar a forma de comunicar com as suas equipas.

Empresa – Estabelecimento de objectivos exequíveis e aferir a forma de os atingir.

Individuo – Trabalhar a motivação e desenvolver talentos.

Desta forma, um processo de Coaching irá contribuir para um aumento da produtividade e favorecendo a realização pessoal do individuo.

14/09/2021

COMO NASCEM AS DOENÇAS

" Como nascem as doencas...

-Engole o choro!
-Engole sapos!
-Cala a boca!
-Cala o peito...

Mas o corpo fala, e como fala!

Fala a ponta dos dedos batendo na mesa...
Falam os pés inquietos na cama...
Fala a dor de cabeça.
Fala a gastrite, o refluxo, a ansiedade.
Fala o nó na garganta atravessado.
Fala a angústia, fala a ruga na testa.
Fala a insónia, o sono demasiado..

Você cala, mas o falatório interno começa.

As pessoas adoecem porque cultivam e guardam as coisas não digeridas dentro de seus corações...
Expressar-se tranquiliza a dor!
Dor não é para sentir para sempre...
Dor é vírgula! Então faça uma carta, um poema, um livro.
Cante uma música.
Pegue nas sapatilhas, sapateie.
Faça piada, faça texto, faça quadro, faça encontro com amigos, nem que seja virtual...
Faça corrida no parque.
Fale para o seu analista, fale para Deus... Pinte-se de artista!
Converse sozinho, tagarele com o seu cachorro, solte um grito para o céu, mas não se cale!!! Pois “se engolir tudo o que sente, no final, você afoga-se!”

CORAÇÃO NÃO É GAVETA! ❤
O corpo fala! "

(autor desconhecido)

COMO NASCEM AS DOENÇAS

" Como nascem as doencas...

-Engole o choro!
-Engole sapos!
-Cala a boca!
-Cala o peito...

Mas o corpo fala, e como fala!

Fala a ponta dos dedos batendo na mesa...
Falam os pés inquietos na cama...
Fala a dor de cabeça.
Fala a gastrite, o refluxo, a ansiedade.
Fala o nó na garganta atravessado.
Fala a angústia, fala a ruga na testa.
Fala a insónia, o sono demasiado..

Você cala, mas o falatório interno começa.

As pessoas adoecem porque cultivam e guardam as coisas não digeridas dentro de seus corações...
Expressar-se tranquiliza a dor!
Dor não é para sentir para sempre...
Dor é vírgula! Então faça uma carta, um poema, um livro.
Cante uma música.
Pegue nas sapatilhas, sapateie.
Faça piada, faça texto, faça quadro, faça encontro com amigos, nem que seja virtual...
Faça corrida no parque.
Fale para o seu analista, fale para Deus... Pinte-se de artista!
Converse sozinho, tagarele com o seu cachorro, solte um grito para o céu, mas não se cale!!! Pois “se engolir tudo o que sente, no final, você afoga-se!”

CORAÇÃO NÃO É GAVETA! ❤
O corpo fala! "

(autor desconhecido)

Pai Rico Pai Pobre |7 LIÇÕES DE ROBERT KIYOSAKI PARA SER RICO 25/08/2021

Pai Rico Pai Pobre |7 LIÇÕES DE ROBERT KIYOSAKI PARA SER RICO

Ora Vejam!
https://www.youtube.com/watch?v=teKAuSpIUYU

Pai Rico Pai Pobre |7 LIÇÕES DE ROBERT KIYOSAKI PARA SER RICO Livros de finanças - PLAYLIST - https://youtube.com/playlist?list=PLQtOAu6dRpENCsYeSKTEuj3nRyy_uxXdf O autor do livro, Robert Kiyosaki, conta que ele tem doi...

24/08/2021

Eh lá tantos Coaches! E agora?!

A vida de uma Coach.

Quando iniciei a minha jornada na actividade de coaching, sabia que era uma actividade muito recente e estava longe de imaginar a quantidade de coaches neste mercado. Coaching disto, coaching daquilo.

Uma perfeita e completa salada, multicolorida, multidisciplinar, para todos os gostos.
À maneira do freguês.

A actividade prolifera de vento em popa.

Rapidamente entendi, que pela lei da sobrevivência da selva, teria de fazer algo. Ser diferente. Posicionar-me. Ser voz activa. Estar em todo o lado.

Desdobrar-me. Fazer vídeos. Aparecer. Cantar se tiver de ser. Mostrar-me. Evidenciar-me. Fazer o pino e se tiver de recorrer a um grito de guerra, ou encarnar o Tarzan, assim seria… Eu pensava: malta, olhem para mim, meus futuros coachees! Pic me! I am the power! Ao estilo de Tony Robbins.

Uma canseira., não é verdade? Igual à que sinto, após imaginar tudo isto.

Descobri que não tinha mesmo de ser assim!ah pois não!
Mas, porque raio teria de andar a ver o que os outros coaches andam a fazer, como fazem, quanto cobram, etc etc e etc e mais etc…

….

O Cliente certo para mim será aquele, para o qual, eu serei a Coach certa para ele. Pela via da conexão.

…..

A certa altura dei por mim, in loco, a fazer terapia à empregada do restaurante porque um cliente a tratara mal e o choro dela fora inevitável. As sessões iniciavam-se, sem hora, nem momento, nem local planeado. Aos amigos, aos familiares, a quem estivesse à mão (à minha) de semear.
E a modos que resultava!! yeahhh!!
Se resultava para o meu coachee (cliente) que se deixava orientar, logo ali, resultava para mim!

….

Todo o momento é momento para ajudar! Basta para isso, teres consciência, que após prestares essa ajuda, serás responsável por todo o desenrolar e deverás prestar o encaminhamento futuro, necessário ao bem-estar da pessoa. Vai até onde te deixarem ir.

….

Após, debruçar-me sobre as minhas próprias peripécias, coloquei-me do lado do Coachee.

Como e de que forma, pode o Coachee, selecionar um bom profissional nesta área?

É fundamental, conhecer a identidade e o perfil do Coach. Marcar uma entrevista, parece-me deveras importante. Nada como conhecer bem o Coach, a índole e perceber se há empatia. Afinal de contas, irão passar algum tempo juntos, arquitetando a melhor performance numa determinada área da vida.

Saber onde se especializou, as certificações, bem como, os conteúdos abordados e referências, ajudará a entender os domínios em que este profissional pode trabalhar conjuntamente com o cliente.

Desbravando os conceitos.

A PNL – Programação NeuroLinguística, concebida por Richard Bandler e John Grinder, na minha óptica é decisora para um trabalho mais rápido e eficaz com os meus clientes.

Nas sessões, há a utilização, em grande maioria, de ferramentas estratégicas para treinar e reprogramar a mente das pessoas recorrendo a novas formas de linguagem no seu quotidiano, alterações de crenças limitadoras do potencial humano e que estão a bloquear emoções, travando assim o desenvolvimento pessoal e profissional.

Contudo e porque a operacionalidade de um Coach não deve resumir-se à mente consciente, existe a TLT® - Time Line Therapy® que trabalha com a mente inconsciente e que tem na base “toda a mudança comportamental é inconsciente” . Desenvolvida nos anos 80 pelo Dr. Tad James.

Visa desbloquear emoções negativas que resultam em decisões limitadoras. Como por exemplo: Eu não sou capaz! É uma decisão limitadora.

Trabalha-se de forma consciente a mente inconsciente, em que o consciente/inconsciente acabam por se complementar. Em sessão de coaching, a simples retirada de uma decisão limitadora do cliente, fazendo uma ponte para o futuro, perspectivando novos objectivos, consciencializando as aprendizagens, é extremamente eficaz e transformador rápido na vida do cliente.

Posto isto!

Bem-vindo ao mundo maravilhoso de Coaching com PNL e TLT®, onde o céu é o único limite!

Carla Bandarra de Castro
Grow Talent
Sessões de Coaching
92 657 49 08

Eh lá tantos Coaches! E agora?!

A vida de uma Coach.

Quando iniciei a minha jornada na actividade de coaching, sabia que era uma actividade muito recente e estava longe de imaginar a quantidade de coaches neste mercado. Coaching disto, coaching daquilo.

Uma perfeita e completa salada, multicolorida, multidisciplinar, para todos os gostos.
À maneira do freguês.

A actividade prolifera de vento em popa.

Rapidamente entendi, que pela lei da sobrevivência da selva, teria de fazer algo. Ser diferente. Posicionar-me. Ser voz activa. Estar em todo o lado.

Desdobrar-me. Fazer vídeos. Aparecer. Cantar se tiver de ser. Mostrar-me. Evidenciar-me. Fazer o pino e se tiver de recorrer a um grito de guerra, ou encarnar o Tarzan, assim seria… Eu pensava: malta, olhem para mim, meus futuros coachees! Pic me! I am the power! Ao estilo de Tony Robbins.

Uma canseira., não é verdade? Igual à que sinto, após imaginar tudo isto.

Descobri que não tinha mesmo de ser assim!ah pois não!
Mas, porque raio teria de andar a ver o que os outros coaches andam a fazer, como fazem, quanto cobram, etc etc e etc e mais etc…

….

O Cliente certo para mim será aquele, para o qual, eu serei a Coach certa para ele. Pela via da conexão.

…..

A certa altura dei por mim, in loco, a fazer terapia à empregada do restaurante porque um cliente a tratara mal e o choro dela fora inevitável. As sessões iniciavam-se, sem hora, nem momento, nem local planeado. Aos amigos, aos familiares, a quem estivesse à mão (à minha) de semear.
E a modos que resultava!! yeahhh!!
Se resultava para o meu coachee (cliente) que se deixava orientar, logo ali, resultava para mim!

….

Todo o momento é momento para ajudar! Basta para isso, teres consciência, que após prestares essa ajuda, serás responsável por todo o desenrolar e deverás prestar o encaminhamento futuro, necessário ao bem-estar da pessoa. Vai até onde te deixarem ir.

….

Após, debruçar-me sobre as minhas próprias peripécias, coloquei-me do lado do Coachee.

Como e de que forma, pode o Coachee, selecionar um bom profissional nesta área?

É fundamental, conhecer a identidade e o perfil do Coach. Marcar uma entrevista, parece-me deveras importante. Nada como conhecer bem o Coach, a índole e perceber se há empatia. Afinal de contas, irão passar algum tempo juntos, arquitetando a melhor performance numa determinada área da vida.

Saber onde se especializou, as certificações, bem como, os conteúdos abordados e referências, ajudará a entender os domínios em que este profissional pode trabalhar conjuntamente com o cliente.

Desbravando os conceitos.

A PNL – Programação NeuroLinguística, concebida por Richard Bandler e John Grinder, na minha óptica é decisora para um trabalho mais rápido e eficaz com os meus clientes.

Nas sessões, há a utilização, em grande maioria, de ferramentas estratégicas para treinar e reprogramar a mente das pessoas recorrendo a novas formas de linguagem no seu quotidiano, alterações de crenças limitadoras do potencial humano e que estão a bloquear emoções, travando assim o desenvolvimento pessoal e profissional.

Contudo e porque a operacionalidade de um Coach não deve resumir-se à mente consciente, existe a TLT® - Time Line Therapy® que trabalha com a mente inconsciente e que tem na base “toda a mudança comportamental é inconsciente” . Desenvolvida nos anos 80 pelo Dr. Tad James.

Visa desbloquear emoções negativas que resultam em decisões limitadoras. Como por exemplo: Eu não sou capaz! É uma decisão limitadora.

Trabalha-se de forma consciente a mente inconsciente, em que o consciente/inconsciente acabam por se complementar. Em sessão de coaching, a simples retirada de uma decisão limitadora do cliente, fazendo uma ponte para o futuro, perspectivando novos objectivos, consciencializando as aprendizagens, é extremamente eficaz e transformador rápido na vida do cliente.

Posto isto!

Bem-vindo ao mundo maravilhoso de Coaching com PNL e TLT®, onde o céu é o único limite!

Carla Bandarra de Castro
Grow Talent
Sessões de Coaching
92 657 49 08

11/08/2021

Artigo de Opinião:

A IMPORTÂNCIA DA NOSSA ENERGIA NAS MUDANÇAS INTERNAS E EXTERNAS

Imaginem, competirem num torneio de Judo, sem energia.

Conseguem imaginar a dificuldade que teriam para as investidas e muito menos vencer a prova?

Da mesma forma, aplica-se às nossas mudanças, internas e externas.

Para gerir os nossos comportamentos e hábitos, é necessário estarmos com um nível de alerta muito grande e para isso necessitamos de energia.

Não precisamos de estar reféns da nossa própria e única energia, é importante que consigamos encontrar estratégias e formas de alcançar equilíbrios, contribuindo para a paz e serenidade à nossa volta, por forma a atingirmos um pico da energia máximo do nosso corpo e mente.

Ou seja, “criar” boa energia, dia após dia como se fosse um objectivo diário.
Sem grandes sacrifícios e de forma inteligente, contrariando más rotinas, más práticas, maus comportamentos.
Viver no nosso auge de energia, tornar-nos-á ricos de boa energia e contagiante.
E não somos só nós, quem beneficiamos. Tudo à nossa volta entra num estado de desenvolvimento de energia positiva, criando uma força motriz e os resultados acontecem!

Não necessitamos ser iguais, copiar ou modelar outra pessoa que já faz isto. Porque o modelo de energia, de estratégia que outra pessoa adopta, pode não ser o indicado para um de nós.
Primeiro que tudo, é necessário, conhecermo-nos muito bem. Saber onde estão as nossas falhas.

Como saber?

Procurar encontrar no nosso percurso laboral e pessoal, quais foram os comportamentos e hábitos repetitivos, que causaram grandes conflitos e dor, logo, grandes rupturas e que nada acrescentaram de valor.
Após essa mesma análise, canalizando a energia intensa, inerente a esses comportamentos, para acções convertidas em boa energia, equilibrada, que contribua para a paz e serenidade à volta.

É uma técnica Swish que existe em PNL.

É importante salientar que a Swish é uma técnica que gere hábitos e comportamentos compulsivos. Esta técnica não modifica hábitos e comportamentos. Direciona simplesmente a impulsividade em reagir intensamente a determinadas situações, para outras situações que requerem uma energia intensa, mas que origine resultados produtivos.
Exemplo: a “teimosia”, direcioná-la para “insistência”… em terminar uma tarefa difícil.

Nós, não vamos, simplesmente deixar a nossa personalidade de lado, a Swish ajudará a direcionar o comportamento compulsivo, enérgico para algo que faça “ bem”. “
#coaching #gestaodecarreiras

Artigo de Opinião:

A IMPORTÂNCIA DA NOSSA ENERGIA NAS MUDANÇAS INTERNAS E EXTERNAS

Imaginem, competirem num torneio de Judo, sem energia.

Conseguem imaginar a dificuldade que teriam para as investidas e muito menos vencer a prova?

Da mesma forma, aplica-se às nossas mudanças, internas e externas.

Para gerir os nossos comportamentos e hábitos, é necessário estarmos com um nível de alerta muito grande e para isso necessitamos de energia.

Não precisamos de estar reféns da nossa própria e única energia, é importante que consigamos encontrar estratégias e formas de alcançar equilíbrios, contribuindo para a paz e serenidade à nossa volta, por forma a atingirmos um pico da energia máximo do nosso corpo e mente.

Ou seja, “criar” boa energia, dia após dia como se fosse um objectivo diário.
Sem grandes sacrifícios e de forma inteligente, contrariando más rotinas, más práticas, maus comportamentos.
Viver no nosso auge de energia, tornar-nos-á ricos de boa energia e contagiante.
E não somos só nós, quem beneficiamos. Tudo à nossa volta entra num estado de desenvolvimento de energia positiva, criando uma força motriz e os resultados acontecem!

Não necessitamos ser iguais, copiar ou modelar outra pessoa que já faz isto. Porque o modelo de energia, de estratégia que outra pessoa adopta, pode não ser o indicado para um de nós.
Primeiro que tudo, é necessário, conhecermo-nos muito bem. Saber onde estão as nossas falhas.

Como saber?

Procurar encontrar no nosso percurso laboral e pessoal, quais foram os comportamentos e hábitos repetitivos, que causaram grandes conflitos e dor, logo, grandes rupturas e que nada acrescentaram de valor.
Após essa mesma análise, canalizando a energia intensa, inerente a esses comportamentos, para acções convertidas em boa energia, equilibrada, que contribua para a paz e serenidade à volta.

É uma técnica Swish que existe em PNL.

É importante salientar que a Swish é uma técnica que gere hábitos e comportamentos compulsivos. Esta técnica não modifica hábitos e comportamentos. Direciona simplesmente a impulsividade em reagir intensamente a determinadas situações, para outras situações que requerem uma energia intensa, mas que origine resultados produtivos.
Exemplo: a “teimosia”, direcioná-la para “insistência”… em terminar uma tarefa difícil.

Nós, não vamos, simplesmente deixar a nossa personalidade de lado, a Swish ajudará a direcionar o comportamento compulsivo, enérgico para algo que faça “ bem”. “
#coaching #gestaodecarreiras

| A vida é sobre criar o melhor impacto e o meu trabalho é fornecer-lhe as melhores estratégias para isso |

| Coaching - Acelerador de Resultados |

| Sessões de Coaching para Empresas e Profissionais - whatsApp 926 574 908 |

MELHORE SEUS NEGÓCIOS COM INOVAÇÃO ESTRATÉGICA
Aprenda os principais princípios de inovação estratégica para que possa melhorar os seus negócios e criar valor colocando-o à frente da concorrência.
LÍDER VALOR
O sucesso depende da mentalidade do Líder - o único verdadeiro ponto de estrangulamento em qualquer empresa, não são os défices de facturação, mas a psicologia, a mentalidade ou as habilidades limitadas do proprietário.
QUAL É A SUA ESTRATÉGIA PARA O CRESCIMENTO DA SUA CARREIRA OU NEGÓCIO?
Ter uma estratégia de crescimento é uma parte crítica do seu negócio.
De facto, sem uma estratégia, não tem um negócio - tem outro emprego!

Carla Castro

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Vila Nogueira De Azeitão
2925-323
Outra Formação em Vila Nogueira de Azeitão (mostrar todos)
Casa da Salamandra Casa da Salamandra
Vila Nogueira De Azeitão

Espaço de partilha, aprendizagem e crescimento. Promovemos o desenvolvimento humano, o espírito comunitário e a sustentabilidade.

100% Saboroso 100% Saboroso
RUA LUÍSA TODY, 12D
Vila Nogueira De Azeitão, 2925-568

A nossa missão é muito Simples... Todos os dias usamos todas as nossas ferramentas e capacidades

Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária
Vila Nogueira De Azeitão

SPEdH Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária / Portuguese Society for Humane Education

Reencontra a tua Essência Reencontra a tua Essência
Rua José Dias Coelho Nº 144 - 1º Andar
Vila Nogueira De Azeitão, 2925-114

OK VERÃO OK VERÃO
Vila Nogueira De Azeitão

OKVERÃO Campus de Férias de Hóquei em Patins

Quinta rural Quinta rural
Estrada Picheleiros
Vila Nogueira De Azeitão, 2925 - 346

Quinta do Ribeiro está situada na serra da Arrabida a 6km de Setubal e a 5km das praias, com vistas fantásticas deslumbrando a serra do Risco e Formosinho

Clube Europeu - Azeitão Clube Europeu - Azeitão
Escola Básica De Azeitão
Vila Nogueira De Azeitão, 2925

Clube Europeu da Escola Básica de Azeitão