Psicologia Neurocompativel

Alimentação Funcional
Health & Wellness Coaching certificado
Psicoterapia Integrativa

Www.irinaregueirapsicologia.com

Funcionando normalmente

17/03/2021

Hoje acordei a sentir-me #sobrecarregada . Senti todas as minhas responsabilidades, preocupações e ocupações a girarem à volta da minha cabeça, como se fosse uma roleta russa e eu tivesse de escolher apenas uma delas.
Não deixa de ter a sua piada acordar assim precisamente um dia depois de sentir que tinha tudo organizado e controlado.

Será que a mente nos prega partidas? Ou será que mente e corpo sabem quando nos enviar estas mensagens para abrandarmos?

Depois de parar um bocadinho para respirar, tentei reorganizar-me mentalmente e desconstrui as minhas tarefas e preocupações e assumi os babysteps que preciso dar para conseguir alcançar os meus objectivos, mantendo a minha #sanidademental .
Respirei, alimentei o meu corpo e nutri-me com alguns exercícios mentais e físicos.

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Esquecemo-nos frequentemente que para chegar a um resultado temos de executar pequenas acções. Vivemos numa geração demasiado focada no imediato, impaciente e com pouca tolerância à frustração.
Urge lembrarmo-nos que tudo é feito de pequenas peças que vão contribuindo para um resultado final: as nossas células que juntas criam esta maravilhosa obra da natureza a que chamamos de corpo, aos tijolos que constroem a casa ou o bebé que ao longo do tempo desenvolve as suas capacidades motoras e começa a explorar livremente o seu espaço até começar a ganhar, andar, correr.

Foquemo-nos em realizar pequenas ações na direcção do nosso objectivo.
Saberá tão melhor desfrutar destes pequenos alcances!

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Também te sentes #assoberbada com tudo o que tens para fazer e pensar, às vezes?
Como costumas fazer para gerir essa falta de oxigénio?

Hoje acordei a sentir-me #sobrecarregada . Senti todas as minhas responsabilidades, preocupações e ocupações a girarem à volta da minha cabeça, como se fosse uma roleta russa e eu tivesse de escolher apenas uma delas.
Não deixa de ter a sua piada acordar assim precisamente um dia depois de sentir que tinha tudo organizado e controlado.

Será que a mente nos prega partidas? Ou será que mente e corpo sabem quando nos enviar estas mensagens para abrandarmos?

Depois de parar um bocadinho para respirar, tentei reorganizar-me mentalmente e desconstrui as minhas tarefas e preocupações e assumi os babysteps que preciso dar para conseguir alcançar os meus objectivos, mantendo a minha #sanidademental .
Respirei, alimentei o meu corpo e nutri-me com alguns exercícios mentais e físicos.

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Esquecemo-nos frequentemente que para chegar a um resultado temos de executar pequenas acções. Vivemos numa geração demasiado focada no imediato, impaciente e com pouca tolerância à frustração.
Urge lembrarmo-nos que tudo é feito de pequenas peças que vão contribuindo para um resultado final: as nossas células que juntas criam esta maravilhosa obra da natureza a que chamamos de corpo, aos tijolos que constroem a casa ou o bebé que ao longo do tempo desenvolve as suas capacidades motoras e começa a explorar livremente o seu espaço até começar a ganhar, andar, correr.

Foquemo-nos em realizar pequenas ações na direcção do nosso objectivo.
Saberá tão melhor desfrutar destes pequenos alcances!

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Também te sentes #assoberbada com tudo o que tens para fazer e pensar, às vezes?
Como costumas fazer para gerir essa falta de oxigénio?

17/03/2021

Hoje acordei a sentir-me #sobrecarregada . Senti todas as minhas responsabilidades, preocupações e ocupações a girarem à volta da minha cabeça, como se fosse uma roleta russa e eu tivesse de escolher apenas uma delas.
Não deixa de ter a sua piada acordar assim precisamente um dia depois de sentir que tinha tudo organizado e controlado.

Será que a mente nos prega partidas? Ou será que mente e corpo sabem quando nos enviar estas mensagens para abrandarmos?

Depois de parar um bocadinho para respirar, tentei reorganizar-me mentalmente e desconstrui as minhas tarefas e preocupações e assumi os babysteps que preciso dar para conseguir alcançar os meus objectivos, mantendo a minha #sanidademental .
Respirei, alimentei o meu corpo e nutri-me com alguns exercícios mentais e físicos.

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Esquecemo-nos frequentemente que para chegar a um resultado temos de executar pequenas acções. Vivemos numa geração demasiado focada no imediato, impaciente e com pouca tolerância à frustração.
Urge lembrarmo-nos que tudo é feito de pequenas peças que vão contribuindo para um resultado final: as nossas células que juntas criam esta maravilhosa obra da natureza a que chamamos de corpo, aos tijolos que constroem a casa ou o bebé que ao longo do tempo desenvolve as suas capacidades motoras e começa a explorar livremente o seu espaço até começar a ganhar, andar, correr.

Foquemo-nos em realizar pequenas ações na direcção do nosso objectivo.
Saberá tão melhor desfrutar destes pequenos alcances!

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Também te sentes #assoberbada com tudo o que tens para fazer e pensar, às vezes?
Como costumas fazer para gerir essa falta de oxigénio?

Hoje acordei a sentir-me #sobrecarregada . Senti todas as minhas responsabilidades, preocupações e ocupações a girarem à volta da minha cabeça, como se fosse uma roleta russa e eu tivesse de escolher apenas uma delas.
Não deixa de ter a sua piada acordar assim precisamente um dia depois de sentir que tinha tudo organizado e controlado.

Será que a mente nos prega partidas? Ou será que mente e corpo sabem quando nos enviar estas mensagens para abrandarmos?

Depois de parar um bocadinho para respirar, tentei reorganizar-me mentalmente e desconstrui as minhas tarefas e preocupações e assumi os babysteps que preciso dar para conseguir alcançar os meus objectivos, mantendo a minha #sanidademental .
Respirei, alimentei o meu corpo e nutri-me com alguns exercícios mentais e físicos.

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Esquecemo-nos frequentemente que para chegar a um resultado temos de executar pequenas acções. Vivemos numa geração demasiado focada no imediato, impaciente e com pouca tolerância à frustração.
Urge lembrarmo-nos que tudo é feito de pequenas peças que vão contribuindo para um resultado final: as nossas células que juntas criam esta maravilhosa obra da natureza a que chamamos de corpo, aos tijolos que constroem a casa ou o bebé que ao longo do tempo desenvolve as suas capacidades motoras e começa a explorar livremente o seu espaço até começar a ganhar, andar, correr.

Foquemo-nos em realizar pequenas ações na direcção do nosso objectivo.
Saberá tão melhor desfrutar destes pequenos alcances!

▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃▃

Também te sentes #assoberbada com tudo o que tens para fazer e pensar, às vezes?
Como costumas fazer para gerir essa falta de oxigénio?

15/03/2021

O uso dos alimentos como medicina, os métodos de cozinhar e receitas, são segredos milenares que têm passado de geração em geração através de contos, escritas ou aprendizagens in loco.

Grande parte destas gerações assumiu estas práticas e crenças transgeracionais como conhecimento cultural e ancestral, sem nunca se questionarem acerca dos seus fundamentos. Muitas vezes, ouvimos os nossos familiares + velhos justificando-se, dizendo “é assim que é” ou “já é assim há muitos anos”.
Mas isso não é suficiente.

Ainda que os alimentos sejam usados de forma medicinal há séculos ou milénios atrás e que existam muitos testemunhos e histórias carregadas de detalhes e emoções, existirá um bom suporte científico para todas essas crenças e práticas?

Por outro lado, se existir falta de evidência relativamente a uma propriedade terapêutica de certo alimento, isso não significa que não a tenha ou que não seja efectivo. Significa apenas que a confirmação dessa hipótese está limitada enquanto não forem realizados estudos científicos que a confirmem ou refutem.
É, assim, importante que sejam investigadas estas propriedades.

E, ainda que os primeiros passos da medicina baseada em evidências tenham sido há algumas centenas de anos atrás, apenas nas últimas décadas se aprofundou e cimentou este tipo de abordagem. Algumas das grandes contribuições destas novas metodologias foram a descoberta de alimentos e de práticas alimentares que são prejudiciais à saúde.

Por isso, a medicina baseada em evidências científicas assenta no “uso consciente, explícito e criterioso das melhores evidências atuais na tomada de decisões acerca do cuidado individual de cada paciente”.

É certo que as recomendações vão mudando ao longo do tempo e nós tendemos a procurar o concreto e estável.
Mas, além de nós e o ambiente estarmos em constante mudança, isto também acompanha o desenvolvimento de novas evidências e novos conhecimentos acerca da alimentação e nutrição, saúde e doenças, pelo que é importante mantermo-nos atualizados.

*Se quiserem saber +sobre #alimentosfuncionais baseados em #evidenciacientifica , sigam a @reborn4life.wellness para saberem quando vou lançar o curso*

O uso dos alimentos como medicina, os métodos de cozinhar e receitas, são segredos milenares que têm passado de geração em geração através de contos, escritas ou aprendizagens in loco.

Grande parte destas gerações assumiu estas práticas e crenças transgeracionais como conhecimento cultural e ancestral, sem nunca se questionarem acerca dos seus fundamentos. Muitas vezes, ouvimos os nossos familiares + velhos justificando-se, dizendo “é assim que é” ou “já é assim há muitos anos”.
Mas isso não é suficiente.

Ainda que os alimentos sejam usados de forma medicinal há séculos ou milénios atrás e que existam muitos testemunhos e histórias carregadas de detalhes e emoções, existirá um bom suporte científico para todas essas crenças e práticas?

Por outro lado, se existir falta de evidência relativamente a uma propriedade terapêutica de certo alimento, isso não significa que não a tenha ou que não seja efectivo. Significa apenas que a confirmação dessa hipótese está limitada enquanto não forem realizados estudos científicos que a confirmem ou refutem.
É, assim, importante que sejam investigadas estas propriedades.

E, ainda que os primeiros passos da medicina baseada em evidências tenham sido há algumas centenas de anos atrás, apenas nas últimas décadas se aprofundou e cimentou este tipo de abordagem. Algumas das grandes contribuições destas novas metodologias foram a descoberta de alimentos e de práticas alimentares que são prejudiciais à saúde.

Por isso, a medicina baseada em evidências científicas assenta no “uso consciente, explícito e criterioso das melhores evidências atuais na tomada de decisões acerca do cuidado individual de cada paciente”.

É certo que as recomendações vão mudando ao longo do tempo e nós tendemos a procurar o concreto e estável.
Mas, além de nós e o ambiente estarmos em constante mudança, isto também acompanha o desenvolvimento de novas evidências e novos conhecimentos acerca da alimentação e nutrição, saúde e doenças, pelo que é importante mantermo-nos atualizados.

*Se quiserem saber +sobre #alimentosfuncionais baseados em #evidenciacientifica , sigam a @reborn4life.wellness para saberem quando vou lançar o curso*

14/03/2021

No seguimento do post anterior, venho perguntar-vos se conhecem ou se já experimentaram alguma #técnicaderespiração que vos ajude a relaxar.

Hoje, partilho com vocês uma das mais simples: a #respiraçãodos5dedos
Muito prática, podem executar esta técnica em qualquer momento e lugar.

- Abre a mão esquerda e estica-a, afastando os dedos uns dos outros
- Com a ponta do dedo indicador direito, irás percorrer a lateral de cada dedo, desde a base até à ponta
- Começa inspirando lentamente, pelo nariz, enquanto deslizas o indicador direito até à ponta do dedo polegar
- Expira, profundamente, pela boca, à medida que o indicador desliza na direcção da palma da mão
- Percorre todos os dedos ao ritmo da tua respiração.

Este pequeno exercício ajuda-te, não só, a relaxar, mas também a desviares o foco da tua atenção, se te concentrares na sensação que o teu indicador causa ao deslizar pela tua pele.

Depois de experimentares as primeiras vezes só a aplicar a técnica da respiração profunda, fica atenta ao teu próprio toque, à suavidade de algumas partes da tua mão em oposição às zonas mais rugosas, às áreas em que tens maior sensibilidade ou com diferentes sensações térmicas.

Podes, assim, tornar este #exercícioderespiração , num exercício de #atençãoplena (#mindfulness ), também!

*** Publicação com #seloprobono ***
Vê o destaque #probono para +info.

No seguimento do post anterior, venho perguntar-vos se conhecem ou se já experimentaram alguma #técnicaderespiração que vos ajude a relaxar.

Hoje, partilho com vocês uma das mais simples: a #respiraçãodos5dedos
Muito prática, podem executar esta técnica em qualquer momento e lugar.

- Abre a mão esquerda e estica-a, afastando os dedos uns dos outros
- Com a ponta do dedo indicador direito, irás percorrer a lateral de cada dedo, desde a base até à ponta
- Começa inspirando lentamente, pelo nariz, enquanto deslizas o indicador direito até à ponta do dedo polegar
- Expira, profundamente, pela boca, à medida que o indicador desliza na direcção da palma da mão
- Percorre todos os dedos ao ritmo da tua respiração.

Este pequeno exercício ajuda-te, não só, a relaxar, mas também a desviares o foco da tua atenção, se te concentrares na sensação que o teu indicador causa ao deslizar pela tua pele.

Depois de experimentares as primeiras vezes só a aplicar a técnica da respiração profunda, fica atenta ao teu próprio toque, à suavidade de algumas partes da tua mão em oposição às zonas mais rugosas, às áreas em que tens maior sensibilidade ou com diferentes sensações térmicas.

Podes, assim, tornar este #exercícioderespiração , num exercício de #atençãoplena (#mindfulness ), também!

*** Publicação com #seloprobono ***
Vê o destaque #probono para +info.

11/03/2021

Nem todos os teus pensamentos são realidades. Dúvida sempre das tuas dúvidas, das tuas inseguranças. Permite-te analisá-las.

Uma das coisas que os meus pacientes mais me perguntam é: “Como é que lido como os meus pensamentos negativos/medos/desmotivação?”
Ainda que exista alguma resistência às #técnicasderespiração , #meditação e #mindfulness , estas práticas são fundamentais para um alívio imediato da tensão.
Paralelamente, é particularmente útil trabalhar na desconstrução de crenças negativas e transformá-las em pensamentos neutros ou, ainda melhor, positivos.

Baseada numa abordagem #cognitivocomportamental , deixo-vos esta lista de questões que vão, decerto, ajudar a desembaraçar o nó de bloqueios mentais e dúvidas quando eles chegarem.

Quando te deparares com uma dessas dúvidas ou pensamentos, deixa-te pensar sobre o assunto.

Faz-te estas perguntas:
- O que estou exactamente a sentir?
- Do que tenho medo?
- O que eu sinto é verdade? Pode ser apenas a minha percepção?
- O que acontece se for mesmo verdade? Quais as consequências específicas?
- É ultrapassável?
- Tenho alternativas OU consigo lidar com estas consequências?
- O que posso fazer para ajudar-me a lidar com esta situação? Que decisão me pode ajudar?
- Quais os pequenos passos que me podem ajudar a sentir que estou a seguir numa direção positiva?
- O que eu gostava de sentir em relação a este pensamento? Posso substituí-lo por outro?
- Vou sentir-me melhor?
- Sinto-me melhor?

Espero que estas questões te sejam úteis e adoraria saber sobre a tua experiência.

Nem todos os teus pensamentos são realidades. Dúvida sempre das tuas dúvidas, das tuas inseguranças. Permite-te analisá-las.

Uma das coisas que os meus pacientes mais me perguntam é: “Como é que lido como os meus pensamentos negativos/medos/desmotivação?”
Ainda que exista alguma resistência às #técnicasderespiração , #meditação e #mindfulness , estas práticas são fundamentais para um alívio imediato da tensão.
Paralelamente, é particularmente útil trabalhar na desconstrução de crenças negativas e transformá-las em pensamentos neutros ou, ainda melhor, positivos.

Baseada numa abordagem #cognitivocomportamental , deixo-vos esta lista de questões que vão, decerto, ajudar a desembaraçar o nó de bloqueios mentais e dúvidas quando eles chegarem.

Quando te deparares com uma dessas dúvidas ou pensamentos, deixa-te pensar sobre o assunto.

Faz-te estas perguntas:
- O que estou exactamente a sentir?
- Do que tenho medo?
- O que eu sinto é verdade? Pode ser apenas a minha percepção?
- O que acontece se for mesmo verdade? Quais as consequências específicas?
- É ultrapassável?
- Tenho alternativas OU consigo lidar com estas consequências?
- O que posso fazer para ajudar-me a lidar com esta situação? Que decisão me pode ajudar?
- Quais os pequenos passos que me podem ajudar a sentir que estou a seguir numa direção positiva?
- O que eu gostava de sentir em relação a este pensamento? Posso substituí-lo por outro?
- Vou sentir-me melhor?
- Sinto-me melhor?

Espero que estas questões te sejam úteis e adoraria saber sobre a tua experiência.

09/03/2021

Vocês pediram, eu partilho 😊

Aqui está a receita da (suposta) #tartetatin , inspira no livro “Comida Macrobiótica para toda a Família”, da @ghortavaratojo , do @institutomacrobiotico

Já a fiz imensas vezes, sempre com as adaptações que, no momento, me parecem fazer sentido e, dizem os avaliadores 🤣, que é óptima.

*****Base*****
- 165g de farinha (desta vez usei farinha de quinoa, arroz e espelta)
- 85g de óleo de côco
- 30ml de puré de maçã cozida
- 1 pitada de sal

*****Recheio*****
- 100g Óleo de côco
- 1 c.s. mel de arroz
- 6 maçãs (desta vez usei #reineta)
- Raspa de limão
- Canela

**Base**
Misturar o óleo de côco, o puré de maçã e o sal.
Adicionar a farinha e misturar até obter uma bola macia.
Conservar no frio cerca de 30min (enquanto preparam o recheio).

**Recheio**
Levar ao lume o óleo de côco e o mel de arroz e deixar ferver até dourar.
Descascar as maçãs e cortar em quartos.
Juntar tudo, adicionar raspas de limão e um pouco de canela e deixar cozinhar cerca de 15min (não na totalidade).

Por fim, dispor as maçãs e a calda num tabuleiro e cobrir com a massa estendida (ou se se preferirem divertir, “esmigalhem-na”).
Ir ao forno a 180ª durante 20minutos.

***Podem jogar com outras #frutasdaépoca , acrescentar #frutossecos para dar alguma crocância ou finalizar com alguns #frutosvermelhos para dar um toque mais ácido. Não há como falhar com esta maravilha***

Vocês pediram, eu partilho 😊

Aqui está a receita da (suposta) #tartetatin , inspira no livro “Comida Macrobiótica para toda a Família”, da @ghortavaratojo , do @institutomacrobiotico

Já a fiz imensas vezes, sempre com as adaptações que, no momento, me parecem fazer sentido e, dizem os avaliadores 🤣, que é óptima.

*****Base*****
- 165g de farinha (desta vez usei farinha de quinoa, arroz e espelta)
- 85g de óleo de côco
- 30ml de puré de maçã cozida
- 1 pitada de sal

*****Recheio*****
- 100g Óleo de côco
- 1 c.s. mel de arroz
- 6 maçãs (desta vez usei #reineta)
- Raspa de limão
- Canela

**Base**
Misturar o óleo de côco, o puré de maçã e o sal.
Adicionar a farinha e misturar até obter uma bola macia.
Conservar no frio cerca de 30min (enquanto preparam o recheio).

**Recheio**
Levar ao lume o óleo de côco e o mel de arroz e deixar ferver até dourar.
Descascar as maçãs e cortar em quartos.
Juntar tudo, adicionar raspas de limão e um pouco de canela e deixar cozinhar cerca de 15min (não na totalidade).

Por fim, dispor as maçãs e a calda num tabuleiro e cobrir com a massa estendida (ou se se preferirem divertir, “esmigalhem-na”).
Ir ao forno a 180ª durante 20minutos.

***Podem jogar com outras #frutasdaépoca , acrescentar #frutossecos para dar alguma crocância ou finalizar com alguns #frutosvermelhos para dar um toque mais ácido. Não há como falhar com esta maravilha***

Localização

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Av. Vasco Da Gama
Seixal
2840-746

Horário de Funcionamento

Segunda-feira 10:00 - 19:00
Terça-feira 10:00 - 19:00
Quarta-feira 10:00 - 19:00
Quinta-feira 10:00 - 19:00
Sexta-feira 10:00 - 19:00
Sábado 10:00 - 14:00
Outra escolas/colégios em Seixal (mostrar todos)
Explicas - Centro de Estudos Explicas - Centro de Estudos
Av. 25 De Abril, Nº 59 C 61 A
Seixal, 2840-400

Explicações/apoio e acompanhamento escolar, na Torre da Marinha, a todas as disciplinas (ensino básico e secundário), individual ou em pequenos grupos (máximo 3-4).

Ti'Elsa Explicações Ti'Elsa Explicações
Avenida Dos Redondos Loja 40
Seixal, 2865

Um novo sítio para aprender!

SapiensCenter SapiensCenter
Rua Da Estação, Loja 8, Corroios
Seixal, 2855-714 CORROIOS

Explicações, Estudo Acompanhado, Ocupação de Tempos Livres, Escola de Línguas, Terapia da Fala e muito mais...

Qta Santa Isabel Qta Santa Isabel
Rua Dos Sapos, 217 - Fernão Ferro
Seixal, 2865-376

Esporte e recriações, Equitação de Trabalho Dressage https://www.facebook.com/joaorafaelteam/

Escola Profissional Bento de Jesus Caraça - lista u Escola Profissional Bento de Jesus Caraça - lista u
Rua Júlio Augusto Henriques
Seixal, 2840-212

Associação de Estudantes da Escola Bento de Jesus Caraça, Seixal

Colégio Quinta do Pinheiro Colégio Quinta do Pinheiro
Avenida General Humberto Delgado 127
Seixal, 2840-254

Experiência,Dinamismo,Profissionalismo e Competência são a chave para crianças motivadas, criativas e felizes. Venha conhecer-nos. 212211330

My Goal - Personal Plan My Goal - Personal Plan
Rua Julio Augusto Henriques Loja 5 E 6
Seixal, 2840-212

Coaching online Acompanhamento diário Aconselhamento nutricional Programas de treino personalizados Emagrecimento Aumento de massa muscular Competição

O Nosso Jardim O Nosso Jardim
Rua António Aleixo, Lote 334
Seixal, 2865-051

Existimos para cuidar do seu filho

Externato O Principezinho Externato O Principezinho
Avenida 25 De Abril Lote 4410
Seixal, 2840-286

Contacto Telefónico | 968570858; 212251462 E-mail | [email protected]

Colégio O Bom João Colégio O Bom João
Rua Foros De Amora Nº188-E
Seixal, 2845-589

Os nossos princípios educativos colocam a criança como protagonista da aprendizagem. Temos uma equipa qualif**ada, mas acima de tudo muito humana.

Associação Equestre Portugal Associação Equestre Portugal
Estrada João Bacherel,
Seixal, 2840

A Associação Equestre Portugal vem para se afirmar no ensino da arte equestre com os melhores profissionais e com Cavalos para todas as Classes.

Joana Clemente - Psicomotricidade e Massagem Terapêutica Joana Clemente - Psicomotricidade e Massagem Terapêutica
Seixal

A intervenção psicomotora utiliza a ação, a manipulação de objetos, a exploração do meio e a interação com o outro de modo a promover experiências signif**afivas, facilitando a sua adaptação ao meio envolvente.