Durgā Yoga Shala

Escola de Hatha Yoga (Betty Dias)

Escola de Hatha Yoga (Betty Dias)

Casa Ganapati

AMANHÃ continuamos live a falar sobre o Medo à luz do ensinamento de Vedanta, contamos com a vossa companhia!
.
Num curto ciclo de palestras gratuitas propomo-nos fazer a nossa contribuição para um estar em paz olhando para o que os sábios da Índia vêm ensinando há milénios.
.
#casaganapati #vedanta #advaitavedanta

Curso com Miguel Homem em Aveiro - 7 de Março

A busca do Homem é a busca de si mesmo, um si mesmo completo. De várias maneiras ele busca esse ser e nunca encontra a plenitude que almeja.
Vedānta tem uma metodologia de ensino que revela ao indivíduo que a plenitude que ele busca é o que ele já é. Nesta equação indivíduo = a plenitude, a contradição é óbvia, a identidade tem de ser descoberta.
Essa descoberta faremos baseada em versos do Tattvabodha, o conhecimento da verdade, atribuído ao mestre Śaṅkarāchārya.

Programa previsto (sujeito a pequenos ajustes)

Sábado, 7 de Março:

09:00 – Prática: ṣat karma, āsana , yoganidrā, prāṇāyāma e meditação
12:00 – Pausa para almoço
14:00 – Estudo
15.30 – Intervalo e convívio.
16.00 – Estudo
17.30 – Satsaṅga final (dúvidas e esclarecimentos).
18.00 – Namaste!

Conteúdos:
Prática de hatha yoga tradicional: ṣat karma, āsana, yoganidrā, prāṇāyāma e meditação.
O indivíduo e o todo, jīva e īśvara.
Mahāvākhya vichāra – tat tvam asi.

Este curso será conduzido pelo Miguel.

Miguel Homem ensina Yoga e Vedānta. Fez o curso completo de formação para instrutores de yoga com Pedro Kupfer no Brasil e em Portugal. Aprofunda-se no estudo e prática de āsana segundo o método Iyengar de 2004 a 2011 com Claudia Villadelprat e outros professores. Fez formação em aṣṭaṅga vinyāsa yoga com David Swenson e com Manju Jois e pratica regularmente com o seu professor Tomas Zorzo desde 2008. De 2005 a 2015 viajou para estudar na Índia com Pujya Swami Dayananda. Desde 2006 traz anualmente a Portugal a Prof. Gloria Arieira com quem estuda. Em 2007 conhece Ganga Mira, assistindo regularmente aos seus satsaṅgas. Em 2012 completou o curso de yoga e ayurveda de 300h com David Frawley, reconhecido pelo American Institute of Vedic Studies.

Miguel continua a estudar com os seus professores e a viajar para a Índia regularmente para aprender, praticar, ensinar e tudo o mais que a Índia traz. Ensina na Casa Gaṇapati, em cursos, retiros e na formação que conduz com outros professores convidados.

Mais informações: [email protected] T: 918787949

Fazer da Cozinha uma Farmácia

A criação de gado para consumo humano é responsável por 91% da desflorestação da Amazónia desde 1970. Qual a melhor maneira de combater o assalto ao pulmão do Mundo? Comer menos carne. O prato e o que lá colocamos é a melhor arma de contestação às políticas de BolsoNero. #iamazon #lessmeatmoreamazon

#gabrielmateus #eat2care #fazerdacozinhaumafarmacia #plantbased #plantbasedlife #plantbasedpower #dietasustentavel #dietasustentavel #dietaplanetaria

Casa Ganapati

🇮🇳 Yoga no Sul da Índia 🇮🇳Viagem confirmada!
.
Estamos muito felizes por confirmar mais uma viagem de yoga e estudo à Índia, desta vez ao Sul!
.
Inscrições a decorrer!
📩[email protected]

Boa Yoga

" Preferimos ver o Yoga como uma escola de vida, um sistema completo e integrado, que inclui uma visão ética da existência, uma solução para as ecologias ambiental e social, uma proposta para cultivarmos a saúde plena e uma chave para vivermos uma vida feliz, realizando a totalidade do potencial psico-espiritual humano."

Pedro Kupfer

Durgā Yoga Shala

DURGA YogaShala

Uma fatia de bolo de chocolate em troca de um saco de bens essenciais para entregar a quem tudo perdeu nestes incêndios.

Deixa o teu saco até Sábado dia 21, o dia em que o bolo de chocolate estará na Mulata em Aveiro na Avenida de Santa Joana, 24
(junto ao Martelo Elétrico).

Teremos O Bolo de Chocolate Mais Feio de Lisboa para ti em troca de um saco de bens essenciais. Uma iniciativa lisboeta que terá lugar na A Mulata este sábado. Um gesto pequenino com muito carinho para ajudar no que conseguirmos quem ficou prejudicado pelos incêndios. ❤

docs.google.com

Mailing List Durga YogaShala

Para quem queira subscrever a mailing list da Durga YogaShala e receber informações sobre yoga e/ou temas relacionados, segue o link:

docs.google.com Subscreva a nossa mailing list e receba informações sobre yoga e/ou temas relacionados.

vimeo.com

Alike short film

São muito poucas as coisas que nos sensibilizam a um ponto extremo que nos encorajem à mudança. Já não é uma questão de impregnar no corpo o que os olhos vêm, ou o que ouvidos escutam ou o que as bocas falam. Não, não sofremos de cegueira, de surdez ou de mudez. Sofremos de uma insensibilidade aguda, crónica!
Mais do que sentir é preciso sermos tocados, no fundo do coração. Mais do que tocados, atingidos! Estamos tão habituados a não viver que só uma dor arrebatadora nos acorda, nos desperta para a vida. Aquela dor que surge quando se perde uma pessoa querida, aquela dor que nos faz questionar a própria existência, o sentido da vida. Não basta ver, ouvir ou falar, é preciso sentir na pele, sentir na alma, e só esse sentir nos fará questionar, nos fará procurar as respostas.
O mundo pede, o mundo grita por mais sensibilidade, por mais presença. Ver não é suficiente, é preciso que doa, e que doa tanto até questionarmos a nossa existência e a forma como vivemos. É preciso que doa para que se rompam as nossas carapaças de proteção, os nossos mecanismos de isolamento e separação, as desculpas que nos servem de subterfúgio, os nossos medos de mudar, a nossa negligência e o nosso egoísmo. Só dessa forma desenvolveremos a sensibilidade, a coragem, a força e o discernimento para abraçamos os grandes desafios, os que implicam desbravar novos caminhos. Há medo? Sim, há! Há sacrifícios? Sim, há!
Lembro-me de uma citação do meu professor Pedro Kupfer quando fiz a formação com ele há uns anos: “Quando nascemos, colocam-nos numa caixinha (berço). Moramos em caixinhas (quartos), dentro de caixas maiores (apartamentos), as quais, por sua vez, estão dentro de outra caixa (prédio). Saímos dessa caixinha e entramos noutra, uma caixa móvel (carro), vamos para o shopping, para o mercado, para o trabalho, que são outras caixas enfeitadas de formas diferentes. E, quando morremos? encaixam-nos numa outra caixa...
E de caixa em caixa permitimos que nos pilhem o tempo de vida, mas pior do que isso, compactuamos para que saqueiem também o tempo de vida dos nossos filhos...
Existem outras formas de viver. Aproveitemos a força deste momento, a força da renovação de um novo ano, para ampliarmos a nossa visão e considerar novas formas de pensar que nos permitam construir novas possibilidades de ser e estar no mundo!
“Não tenho nenhuma dúvida de que a maioria das pessoas vive, seja física, intelectual ou moralmente, num círculo deveras restrito do seu ser potencial. Elas usam uma parcela ínfima da sua consciência possível... mais ou menos como o homem que adquire o hábito de usar e de mover, do todo que é o seu corpo físico, apenas o dedo mínimo ... Todos nós temos reservatórios de vida para serem aproveitados, com os quais sequer sonhamos.” William James,
“Respira profundamente, até que o doce ar extinga a queimadura do medo nos teus pulmões e cada respiração seja um belo recusar a tornar-se nada menos do que o infinito.”
A única saída é interior.
Namasté.

"Alike" is an animated short film directed by Daniel Martínez Lara & Rafa Cano Méndez www.alike.es SYNOPSIS: In a busy life,Copi…

[05/30/16]   Retificação: Para quem possa estar interessado, venho informar que estarei no próximo dia 3 de Junho (sexta-feira) na EECOLA SECUNDÁRIA DA GAFANHA DA NAZARÉ para uma palestra sobre gestão do stress. É aberta ao público e a entrada é gratuita. Horário: das 15h às 16h30.

aeestarreja.pt

Agrupamento de Escolas de Estarreja :: Semana Eco do Agrupamento de Escolas de Estarreja

Para quem possa estar interessado:

Palestra: "Alimentação, Nutrição e Saúde" - Agrupamento de Escolas de Estarreja - 14 de Maio das 10h às 12h
por: Betty Dias - Formação Profissional em Yoga e Formação em Naturopatia pela EMAC - Escola de Medicinas Alternativas e Complementares do Porto.
Participação gratuita. Vagas limitadas. Inscrição necessária para o email: [email protected]

aeestarreja.pt

Timeline Photos

Sobre a ansiedade e o medo...
Quando ficamos ansiosos e/ou com medo sofremos por antecipação e ficamos preocupados com algo que pode nem vir a acontecer. Entender que existem situações que estão totalmente fora do nosso controlo, que muitas vezes não temos capacidade para mudar ou fazer de forma diferente, que mesmo depois de todo um esforço colocado no que quer que seja, ainda assim as coisas não correm como gostaríamos, faz parte de uma atitude perante a vida na qual o yogi procura libertar-se de expectativas acerca do resultado das suas ações, mantendo-se relaxado e centrado na sua paz.
Tudo está em constante movimento e mudança; nada é estável, fixo ou imutável. Qualquer objeto, situação/relação que observamos é impermanente devido à sua natureza de causa e condições. Quando as causas e as condições cessam, elas deixam de existir.
Podemos perceber a impermanência a acontecer nas nossas vidas diariamente, a começar pelo nosso próprio corpo e mente. Contemplar isso é de extrema utilidade, pois atenua o nosso apego excessivo, o nosso "agarrar" exagerado.
A ênfase deve ser colocada no lembrar desta impermanência e isso é importante também para nos tirar desta auto imagem e ilusão de que somos a ansiedade que sentimos. Não somos! Nem a ansiedade, nem os pensamentos e as emoções que a produzem. Tudo isso faz parte da natureza da mente, e nós somos essa consciência tranquila que a observa. Nós somos paz e tranquilidade e essa paz e tranquilidade está além de todas as situações de medo, instabilidade e incerteza que possamos experimentar.
A felicidade permanente, a plenitude e o bem-estar que tanto procuramos não está no fruto das nossas ações, não está na presença ou na ausência de relações ou situações. Ao entender isto, darmo-nos ao direito de viver todas as experiências sabendo que estamos além delas, de contrário, sofreremos porque não temos algo, sofreremos porque conseguimos algo e temos medo de o perder, sofreremos porque temos algo que parecia bom, mas agora não é tão bom assim, e sofreremos porque temos algo de que nos queremos livrar e não conseguimos. Passemos a vida insatisfeitos e a sofrer…
Discernimos então que mesmo que tenhamos sucesso nas nossas experiências temporárias de “felicidade”, elas podem tornar-se também a causa de experiências de sofrimento. As experiências são impermanentes, as ideias, os conceitos, os pensamentos, tudo é impermanente, muda. Por isso, dentro da “experiência de felicidade”, existe a causa de uma experiência de sofrimento, pois ela também é impermanente e irá mudar. Essa insatisfação nunca será saciada enquanto nos deixarmos arrastar por este ciclo.
O que somos verdadeiramente está além de tudo isso e precisa ser descoberto. Usufruir de tudo o que esta experiência chamada vida nos proporciona só será verdadeiramente útil, gratificante e realmente valorizada se entendida como uma ferramenta de evolução espiritual que nos conduz à perceção dessa felicidade genuína e contínua, a plenitude que já somos. Mesmo as situações que nos pareçam mais difíceis podem catapultar-nos nesta evolução, pois todas elas trazem um ensinamento para ser aprendido.
Assim, entendemos que todas as situações/pessoas/circunstâncias na forma de experiências que surgem na nossa vida, as agradáveis ou menos agradáveis, servem-nos esse intuito e são, portanto, abraçadas com o coração, com a força da gratidão. E onde a luz da gratidão brilha não há condições para a ansiedade ou o medo florescerem.
Śántoham - Eu sou paz
Abhayasvarupah Aham - Eu sou destemido
Namasté.

Photos from Durgā Yoga Shala's post

Namasté,
O retiro de Yoga e Desporto Aventura III esgotou as vagas disponíveis. Obrigada a todos os inscritos :)
Às pessoas que pretendiam participar e já não têm lugar, deixo a possibilidade de ficarem em lista de espera caso exista alguma desistência.
Se houver número suficiente de interessados, poderá existir repetição do retiro em Julho. Para isso será necessária uma pré-inscrição. Mais informações: [email protected] ou 918 787 949.

Na vida, alguém necessariamente vai pisar os nossos “calcanhares de Aquiles”, alguém inevitavelmente irá pressionar os nossos botões.

O que fazemos quando a raiva surge, mesmo apesar de termos dado o melhor de nós para cultivar um coração puro e sermos compassivos? Como lidamos com o facto de reagimos constantemente de forma emocional a circunstâncias irritantes, minando as nossas tentativas de superar a raiva?

Entender essas pessoas/situações como uma benção, coloca-nos exatamente no lugar onde precisamos estar para nos trabalharmos interiormente. Ao aplicar a nossa capacidade de compaixão com as pessoas/situações não só saímos mais fortes e livres, mas entendemos o verdadeiro conceito de paz e união com tudo e com todos. De contrário, seremos sempre escravos das emoções e vítimas das circunstâncias.

Uma prática de yoga contínua, trabalha a nossa capacidade de examinar a mente e manter a nossa consciência presente e activa a cada momento. Se eu estou alerta e consciente do que a minha mente está a fazer, sempre terei escolha sobre a minha forma de pensar. Com escolha, posso mudar. Posso submeter o comportamento aos valores. Com escolha, posso aprender com os erros.

Quando alguém nos prejudica, não há absolutamente qualquer benefício em prejudicá-lo como resposta. Ao estarmos alerta, atentos, percebendo uma discussão a chegar, voltamos atrás, mesmo sentindo que estamos certos sobre algo. Se uma discussão se suceder e alguém sofrer com o resultado, o quão certos podemos estar? Expomos o nosso ponto de vista tranquilamente mas não importa o quão justificados nos possamos sentir, deixemos fluir. Não nos indignamos nem sentimos raiva mas aceitamos que o outro tem uma perspectiva diferente da nossa, apenas isso.

Isto requer paciência e antecipação, observação, estado de alerta em relação à mente, porque as nossas reações são muito impulsivas. Nós somos os responsáveis pelo que vivemos. A nossa realidade não é criada por ninguém além de nós. Quando vivemos o inferno, isso é uma reflexão direta da raiva na nossa própria mente, observe-a! Se não queremos viver um inferno, não devemos deixar a raiva envenenar a nossa mente. Observamos a natureza dos nossos pensamentos e não pomos mais lenha numa fogueira que não queremos ver arder!

Cada momento das nossas vidas proporcionam uma oportunidade para purificar não apenas a raiva, mas todos os venenos da mente, e para cultivar karuna, a compaixão, trazendo-nos mais próximos do reconhecimento da nossa verdadeira natureza, que nada tem a ver com sofrimento. Se a nossa motivação para evoluir espiritualmente for a de verdadeiramente beneficiar todos os seres, então qualquer gesto, por mais simples que seja, será um grande gesto. Não acumularemos apenas mérito, mas também criaremos as condições para atingirmos um estado de verdadeira, plena e contínua felicidade, aquela que tanto procuramos.

Namasté.

"A prática de yoga foi reduzida a aulas de grupo, a elegantes roupas de yoga, a alongamentos, ao fortalecimento dos isquiotibiais, dos tríceps e talvez um pouco à respiração. (...)

Não se trata de colocar a perna por trás da cabeça, ou tocar os dedos dos pés, ou o quanto transpira, ou o quão rápido consegue uma posição. O yoga não é um treino, tal como definido pelas mentes ocidentais. A grande percepção do yoga como apenas uma prática física distorceu este antigo sistema de cura profunda.

O Yoga tem origem na raiz da palavra yuj que significa unir, juntar, conectar, união (união da mente, corpo e espírito, a união de todos os seres e todas as coisas). O Yoga é um processo de integração contínua que nos conecta onde nos desconectamos, que nos permite encontrar o equilíbrio onde nos desequilibramos e ver onde estamos em conflito, criando soluções. (…)

O Yoga não é uma tentativa de alcançar algo que ainda não tem, pelo contrário, é o processo de reduzir e diluir os véus que cobrem a nossa verdadeira natureza, revelando a luz que sempre esteve lá, esquecida e colorida pelas impressões do nosso campo mental.

O caminho é descobrir a nossa liberdade interior, a nossa paz e alegria. Isso pode ser revelado através das diversas técnicas de yoga: práticas de purificação, auto-estudo, ásana (posições), pránáyáma (respiratórios), meditação, mantras, através da liberdade de conhecer-se a si mesmo, amar-se a si mesmo, estar consigo mesmo, da relação forte e profunda que podemos desenvolver connosco e com os que mais amamos, com todos os seres e com todas as coisas. (...)

Os sintomas que acompanham um estado distraído da mente são a dor, a depressão, o nervosismo e respiração difícil. O Yoga oferece-nos formas de superar essas distrações e sintomas através da prática, cultivando sentimentos de amor em relação aos que são felizes, compaixão por aqueles que sofrem, deleite para com os virtuosos e indiferença para com aqueles que não o são.

Às vezes podemos sentir-nos derrotados pela dificuldade com que nos deparamos para aquietar a mente, para nos conectarmos onde nos desconectamos, para atingir o equilíbrio a cada dia, a cada momento, para não entrar em conflito. O dom de yoga não é um treino de uma hora, é fornecer as ferramentas que são necessárias para a expansão do conhecimento e da consciência para que a arte de aquietar a mente se torne mais como uma segunda natureza, ao invés de algo que parece estar fora de alcance. A prática passa a ser familiar."

A. Amar (tradução livre)

Como Pattabhi Jois disse: “Do your practice and all is coming” Faça a sua prática que tudo virá. :)

Boa semana!

Quer que o seu escola/colégio seja a primeira Escola/colégio em Aveiro?

Clique aqui para solicitar o seu anúncio patrocinado.

Localização

Categoria

Entre em contato com a escola/colégio

Telefone

Endereço


Rua Do Paço, 31 Ermida
Aveiro
3830-168
Outra Escola em Aveiro (mostrar todos)
Escola de Infantes e Cadetes Aveiro Novos Escola de Infantes e Cadetes Aveiro Novos
Largo Capitao Maia Magalhaes
Aveiro, 3800-124

A escola de Infantes pretende ser um espaço onde as crianças e jovens poderão aprender,com diversão, o que fazer em situações de emergência.

Escola de Condução São Bernardo Escola de Condução São Bernardo
Estrada De Vilar 53
Aveiro, 3810-195

Trabalhamos com uma equipa que pretende estar próximo ao candidato, ajudando-o no processo de ensino, desde as aulas teóricas às práticas, de forma a ensinar a condução segura e ecológica.

Playground NK Playground NK
Rua Banda Amizade, Nº 38, 1º Andar, Loja 14
Aveiro, 3810-059

Playground NK é uma "teacher" motivadora. Aprende Inglês de acordo com a tua idade, gostos e interesses. Dos 2 aos 80 anos.

Aulas de Bateria Aulas de Bateria
Rua António Gomes Da Rocha Madail 31
Aveiro, 3800-509

Aulas de Bateria

VL.Aquaponics VL.Aquaponics
Aveiro
Aveiro, 3800-327

Aquaponics experiences for non-profit organizations

SCoRE: Science Communication for Researchers in Education SCoRE: Science Communication for Researchers in Education
Departamento De Educação E Psicologia
Aveiro, 3810-193

1st edition of the international Autumn School SCoRE 2017 - Research Centre on Didactics and Technology in the Education of Trainers - University of Aveiro

Kids & Teens Kids & Teens
Calçada São Martinho N 77
Aveiro, 3700

O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele!

Grupo Capoeira Vadeia Aveiro Grupo Capoeira Vadeia Aveiro
Aveiro

Educação> desporto>Cultura.

Aquém Estude Aquém Estude
Rua Do Sul, Nº6, Gafanha De Áquem, Ílhavo
Aveiro, 3830 - 018

Centro de Estudos com explicações e acompanhamento ao estudo, para todos os anos de escolaridade e todas as áreas de saber. [email protected]

Unidade de Vida Selvagem - Wildlife Research Unit Unidade de Vida Selvagem - Wildlife Research Unit
Departamento De Biologia, Universidade De Aveiro
Aveiro, 3810-193 AVEIRO

https://sites.google.com/site/unidadevidaselvagem/

Capítulo Prodígio - Centro de Explicações Capítulo Prodígio - Centro de Explicações
Rua General Costa Cascais, 158
Aveiro, 3800-190

Conceber e realizar atividades de: ►Explicações ►Apoio ao Estudo ►Preparação para Exames ►Traduções ►Escola de Línguas ☎ 912 048 850

International House Aveiro International House Aveiro
International House Aveiro, Rua Domingues Carrancho 1.
Aveiro, 3800-145

IH Aveiro is part of the International House World Organisation. 35 years of quality language teaching in Aveiro.