Leila Portela e Prado

�|Empreendedora e ativista social || Consultora e formadora em turismo e género || Mentora e Coach de mulheres||

�O poder de uma mulher está em acreditar em si própria! �

**** LP Consulting****
Turismo e Género - Formação | Eventos| Assessoria | Consultoria

Funcionando normalmente

25/02/2021

A minha identidade

Adoro o meu cabelo, aliás temos uma relação de muito love e muitos nervos. Acontece a todas, não é?

Há uma década e meia atrás, ou talvez mais, não existia essa relação ambígua, mas saudável.

Por pressão do meio envolvente (estágio, trabalho, a sociedade em si), a relação com o meu cabelo era estranha!!! Tentava prender ao máximo possível os cachos carapinhados para que os olhares á minha pessoa não fossem tão intensos.

Recordo-me com algum desgosto, no decorrer de um estágio - enquanto estava na universidade - de me terem dito se não podia ter um ar mais arranjado e usar o cabelo penteado = preso e com gel 😡😡😡

Foi o que eu fiz e senti-me diminuída, humilhada, tendo guardado isso para mim. Nos dias de hoje, o meu cabelo é a minha Coroa, simboliza a minha força feminina, parte da minha identidade cultural e uma afirmação das minhas raízes. Sou uma cidadã do mundo!

Infelizmente muitas mulheres Negras já sentiram o mesmo.

Voltando de novo atrás no tempo, depois desse episódio, jamais deixei que qualquer um dissesse como eu deveria usar a minha Afro Black Power 💕

Isto porque o poder de uma Mulher está em Acreditar em si própria e nada irá lhe derrubar!

Conta-me como foi contigo?⤵️

#LeilaPortela
#liderançafeminina
#empowerment
#AmdjerDPower
#cidadãdomundo
#genderandtourism

24/02/2021

Importante esta reflexão.⤵️

Rapazes, venho em paz.

Não adianta muito ficarmos todos chocados quando um jovem diz as hediondas barbaridades que por esta altura já todos sabemos, se durante todo o resto do tempo nos mantivermos impávidos e serenos. Falo essencialmente para nós, homens. Sem reconhecermos que somos parte do problema, jamais conseguiremos fazer parte da solução. De que serve tanta revolta hoje, quando ficamos todos melindrados quando nos falam em patriarcado? Reconhecer a existência deste sistema de poder e opressão constituído por regras, tácitas ou explícitas, que beneficiam sempre os homens e nos mantém em hierarquia de género, não nos pode fazer ficar logo todos histéricos e na defensiva a gritar "mas nem todos os homens são machistas". Somos todos, pelo menos a certo ponto da vida, ou nalgum momento do dia-a-dia, porque nascemos numa sociedade machista. Podemos é, diariamente, ir deixando de o ser, e o primeiro passo (tipo machistas anónimos) é reconhecer que temos um problema, em vez de sacudir a água do capote.

De que serve a raiva de hoje, se amanhã recusamos perceber a importância do feminismo? Se teimamos em não nos querer informar, ouvir e ler quem sabe, e perceber que o feminismo é absolutamente fundamental para uma sociedade mais justa, menos violenta, e que luta por uma coisa tão básica como os direitos das mulheres (não é bizarro que em 2021, na prática, não tenham os mesmos que os homens?) e a igualdade de género, como é que podemos querer ajudar a mudar as coisas? Não adianta a frustração desta semana, se o resto do ano repudiamos palavras como "cultura de violação". Sim, existe. E não quer dizer que somos todos a favor do segundo pior crime que se pode cometer contra a alguém. Não. Quer dizer que há uma cultura machista que facilita que este aconteça, por exemplo, pela maneira como o corpo da mulher é subalternizado e desprezado, ou quando se culpa a vítima como tantas vezes se vê por aí. E não, a culpa nunca, nunca, nunca é da vítima. (Fim em baixo)

24/02/2021

Venha daí 💕

Que a vida é bela isso ela é!

Que a vida tem momentos difíceis, ai tem!

Que a vida coloca-te inúmeras vezes á prova, podes crer que sim!

Que o mundo é injusto para as Mulheres, para as imigrantes e para a Mulher Negra e Imigrante‼️

Porém, o Power que está dentro de ti, o Power que vem da tua rede de apoio é Combustível para seguires trilhando o teu caminho e alcançar o seus sonhos 💕

A vida é bela!

O poder de uma Mulher está em acreditar em si própria 💕

Bisous bisous

#LeilaPortela #genderequity #empowerment #tourismrecovery #entrepreneur

15/02/2021

Enquanto no Brasil o acesso ao aborto mesmo em casos com previsão legal, como violação e risco de morte, pode ser bastante complicado, Portugal optou por simplificar o processo e desde 2007 suas taxas caem ano após ano.

A legislação portuguesa garante acesso à interrupção da gravidez a qualquer mulher que esteja em território luso, mesmo turistas e imigrantes em situação irregular.
Nas clínicas e hospitais públicos, o aborto é gratuito.

De 2011 a 2018, Portugal reduziu o número de abortos em 28% e praticamente chegou a zero a mortalidade de mulheres em complicações relacionadas ao procedimento.

Aborto é um direito e uma escolha da mulher e apenas dela.
.
.
#plataformageni #mulheres #feminismo #abortoseguro #abortolegal #direitosdasmulheres #aborto #portugal

Enquanto no Brasil o acesso ao aborto mesmo em casos com previsão legal, como violação e risco de morte, pode ser bastante complicado, Portugal optou por simplificar o processo e desde 2007 suas taxas caem ano após ano.

A legislação portuguesa garante acesso à interrupção da gravidez a qualquer mulher que esteja em território luso, mesmo turistas e imigrantes em situação irregular.
Nas clínicas e hospitais públicos, o aborto é gratuito.

De 2011 a 2018, Portugal reduziu o número de abortos em 28% e praticamente chegou a zero a mortalidade de mulheres em complicações relacionadas ao procedimento.

Aborto é um direito e uma escolha da mulher e apenas dela.
.
.
#plataformageni #mulheres #feminismo #abortoseguro #abortolegal #direitosdasmulheres #aborto #portugal

delas.pt 12/02/2021

Vêm aí workshops para convocar mulheres para a ciência

«O Governo vai realizar uma série de workshops online para assinalar o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, uma iniciativa que começa na quinta-feira, 11 de fevereiro, e se prolonga até maio, devendo chegar a 2 mil alunas.

Os dois primeiros workshops acontecem na quinta-feira, dia 11 de fevereiro, um de manhã, às 10:00, e o da tarde às 14:30, e reúnem uma série de especialistas primeiro para discutir se a “Engenharia é Ciência?”, depois para refletir sobre a participação das mulheres na conquista do espaço, sob o tema “Um pequeno passo para as Mulheres…Um grande passo para a Humanidade“.»

(Delas.pt, 10.02.2021)

delas.pt Iniciativas e workshops online decorrem até maio e pretendem chegar a duas mil alunas portuguesas

12/02/2021

Global Women in Tourism

Estamos on 🙏🏽😃

O nosso próximo convidado é o Dr. Sérgio Sequeira, Presidente do Conselho de Administração da escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde.

Numa altura em que a pandemia provocada pela Covid-19 paralisou o setor do Turismo, não só em Cabo Verde mas no mundo, urge perceber qual a situação das empresas do setor e quais os próximos passos para contornar a crise.

Ficou curioso?

Contamos consigo!!

12/02/2021

Global Women in Tourism

É hoje às 13h de Portugal no perfil da Global Women in Tourism
Contamos contigo 🙏🏽
Até já 😃

O nosso próximo convidado é o Dr. Sérgio Sequeira, Presidente do Conselho de Administração da escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde.

Numa altura em que a pandemia provocada pela Covid-19 paralisou o setor do Turismo, não só em Cabo Verde mas no mundo, urge perceber qual a situação das empresas do setor e quais os próximos passos para contornar a crise.

Ficou curioso?

Contamos consigo!!

publico.pt 12/02/2021

“Isso não é amor”: em vésperas de São Valentim, há uma campanha para #NamorarSemViolência

‼Campanha #NamorarSemViolência arranca hoje com a colaboração de infuenciadores/as, que se uniram à Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, e realizaram videos contra a violência no namoro.

Leia a notícia completa 👉http://bit.do/fNBKr.

#CIG #portugalmaisigual #portugalcontraaviolencia

publico.pt A Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade uniu-se a tiktokers, instagrammers e youtubers para uma campanha contra a violência no namoro. Mais de metade dos jovens até ao 12.º ano reportam já ter sofrido pelo menos uma forma de violência,

publico.pt 11/02/2021

Há “um grande número de investigadoras”, mas poucas chegam ao topo — porquê?

"Essa desigualdade espelha-se, por exemplo, na presença de especialistas, cientistas ou médicos que vemos nas nossas televisões — especialmente ao longo da pandemia. “Se reparar, são muito menos as mulheres chamadas. Temos uma ministra da Saúde e uma directora-geral da Saúde, sim, mas quando vemos o chamamento de médicos, directores de hospitais, administradores, é quase tudo homens” (...). O mesmo desequilíbrio fez-se notar “na noite de acompanhamento das eleições presidenciais”".

(Público, 11.02.2021)

publico.pt O Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência assinala-se esta quinta-feira. Três investigadoras do Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia organizam um webinar porque é importante mostrar “a ciência que se faz em Portugal” por m

06/02/2021

Assinalamos, este sábado, o Dia Internacional de Tolerência Zero à Mutilação Genital Feminina. ➡️ A prevenção e combate à MGF faz-se no terreno, com a capacitação de profissionais dos setores chave da saúde, justiça, intervenção social e comunitária. A MGF é crime e uma atroz violação dos direitos humanos das meninas e mulheres.
Continuaremos a agir para o prevenir e combater:
• Em 2020, e apesar eclosão da pandemia de Covid-19, foi possível dinamizar nos seus territórios de ação do projeto Práticas Saudáveis – Fim à MGF, e em articulação com as ONG, 44 ações de informação e de formação, abrangendo mais de 900 pessoas de setores-chave;
• Lançada nova subvenção no valor de 50 mil euros para projetos de ONG;
• Publicação do despacho de criação do primeiro grupo de trabalho nacional para a prevenção e combate aos casamentos infantis, precoces e forçados.

📣 Ação em rede para a erradicação das Práticas Tradicionais Nefastas

#CIG #portugalmaisigual #NaocorteoFuturo

Assinalamos, este sábado, o Dia Internacional de Tolerência Zero à Mutilação Genital Feminina. ➡️ A prevenção e combate à MGF faz-se no terreno, com a capacitação de profissionais dos setores chave da saúde, justiça, intervenção social e comunitária. A MGF é crime e uma atroz violação dos direitos humanos das meninas e mulheres.
Continuaremos a agir para o prevenir e combater:
• Em 2020, e apesar eclosão da pandemia de Covid-19, foi possível dinamizar nos seus territórios de ação do projeto Práticas Saudáveis – Fim à MGF, e em articulação com as ONG, 44 ações de informação e de formação, abrangendo mais de 900 pessoas de setores-chave;
• Lançada nova subvenção no valor de 50 mil euros para projetos de ONG;
• Publicação do despacho de criação do primeiro grupo de trabalho nacional para a prevenção e combate aos casamentos infantis, precoces e forçados.

📣 Ação em rede para a erradicação das Práticas Tradicionais Nefastas

#CIG #portugalmaisigual #NaocorteoFuturo

05/02/2021

Global Women in Tourism

Acompanhe a Conversa com o Dr. Ennio Cruz 🌸

O nosso convidado é consultor e formador em turismo. Já colaborou com a AAN no desenvolvimento de uma rede de turismo comunitário em São Vicente e também no projeto Raízes em Santo Antão.

Desempenhou também funções como Diretor Regional Centro nas ilhas do Sal e Boa Vista (antiga MTIDE) nos anos de 2010 a 2014.

Contamos consigo!

Até já :D

05/02/2021

📌Conversas de Género e Turismo

O primeiro convidado do mês de fevereiro, é Ennio Cruz, filho da ilha de Monte Cara.

Formador pedagógico desde 2007, é apaixonado pelo turismo e pela formação de recursos humanos.

Acredita que a excelência e a qualidade são ingredientes que devem fazer parte do padrão standard da oferta de serviços e experiências no setor do turismo.

Com um percurso no setor privado e público, passando pelo ensino superior e pela formação, é também doutorando em turismo.

📌 Ficou curioso?

Anota as questões relacionadas com a qualidade e participe amanhã via Facebook.

Contamos consigo 😉

#globalwomenintourism #turismoegenero #sustentabilidade #valorizacaodamulhernoturismo #turismo #retomadoturismo #pandemia #formacao #qualidadenotutismo #visaodoturismo

📌Conversas de Género e Turismo

O primeiro convidado do mês de fevereiro, é Ennio Cruz, filho da ilha de Monte Cara.

Formador pedagógico desde 2007, é apaixonado pelo turismo e pela formação de recursos humanos.

Acredita que a excelência e a qualidade são ingredientes que devem fazer parte do padrão standard da oferta de serviços e experiências no setor do turismo.

Com um percurso no setor privado e público, passando pelo ensino superior e pela formação, é também doutorando em turismo.

📌 Ficou curioso?

Anota as questões relacionadas com a qualidade e participe amanhã via Facebook.

Contamos consigo 😉

#globalwomenintourism #turismoegenero #sustentabilidade #valorizacaodamulhernoturismo #turismo #retomadoturismo #pandemia #formacao #qualidadenotutismo #visaodoturismo

mundonegro.inf.br 01/02/2021

Tv Boitempo e Sesc disponibilizam Curso de Introdução aos pensamentos de Angela Davis no Youtube - Mundo Negro

Muito útil 😉

mundonegro.inf.br Com apresentação da escritora Conceição Evaristo e as professoras Raquel Barreto e Angela Figueredo o curso liberado pelo Sesc e TV Boitempo irá introduzir em 4 aulas os pensamentos da filósofa e ativista estadunidense, Angela Davis. Todos os vídeos do curso já estão disponíveis no canal d...

publico.pt 31/01/2021

As cores do racismo português: do colonialismo à actualidade

“Na prática, produziu-se legislação; fizeram-se estudos considerados científicos apresentados em congressos, como o de Antropologia Colonial, em 1934, ou os do Mundo Português, em 1940; os livros únicos do ensino básico e secundário tinham um objectivo claro: passar a mensagem do poder instituído; o mesmo na propaganda veiculada no cinema: incentivava-se a emigração portuguesa para África, onde o negro trabalharia para o branco como acontece nos filmesFeitiço do Império (1940) e Chaimite (1953).

Da máquina administrativa colonial fizeram parte, além do Ministério das Colónias, organismos como a Agência Geral das Colónias (1924-1951), depois Agência Geral do Ultramar (1951-1974), e o Secretariado de Propaganda Nacional (1933-1944), depois Secretariado Nacional de Informação, Cultura Popular e Turismo (1944-1974). O império foi divulgado através da imprensa (por exemplo, O Século); periódicos; revistas, incluindo as missionárias (Missões de Angola e Congo; O Pretinho); literatura colonial; sistema de ensino (livros, cruzeiros, intercâmbios escolares); expressão artística; exposições (como a Exposição Colonial de 1934, no Porto, e a Exposição do Mundo Português de 1940, em Lisboa); e rádio (com a Emissora Nacional). Todos os elementos divulgados eram previamente aprovados de acordo com a censura vigente.

A ideia de evolução humana, associada a uma escala cromática chegou à consciência popular. Como os matizes das cores nem sempre eram passíveis de ser diferenciados, a expressão indígena albergava vários deles. Essa é uma das explicações para que no contexto das exposições todos os participantes fossem nomeados indígenas (em cartas, catálogos ou jornais), mesmo que não tivessem esse estatuto.

No estrato mais baixo surgiam os africanos (angolanos, moçambicanos e guineenses), depois os são-tomenses e os cabo-verdianos (considerados mestiços e representados como tendo incorporado elementos da suposta civilização – a europeia), depois os timorenses e por fim os habitantes da Índia e de Macau. Esta hierarquia não é estanque e existem exemplos de que estas posições foram alvo de resistência ao longo do tempo, mesmo entre os colonizadores, mas serve para evidenciar como a cor da pele ajudou a estruturar o império e foi um mote central da sua violência e desigualdade."

publico.pt Como é que ao longo dos séculos o colonialismo português estabeleceu diferenças de estatuto social e cultural e de acesso à cidadania a partir da cor da pele? Que hierarquias se modularam a partir de um espectro cromático em que uns eram mais iguais

29/01/2021

⤵️ leitura obrigatória

Em Portugal, um grupo de mulheres em situação de vulnerabilidade participou num ciclo de grupos focais promovido pela EAPN Portugal compartilhando as suas experiências e recomendações para uma melhor articulação dos tempos de vida e uma melhor consideração de questões relacionadas com a identidade, emprego e igualdade entre mulheres e homens.
A 4 de fevereiro realiza-se a conferência online "Conciliação entre o trabalho e a vida pessoal: realidade ou miragem?"
A Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres estará representada por Alexandra Silva.
#projetoregal #eapnportugal #identidade #emprego #igualdadeentremulheresehomens #vulnerabilidade #pobrezanofeminino

29/01/2021

Global Women in Tourism

Estamos no ar pessoal 💕

João Chantre é licenciado em Business Administration pela Universidade de Macau, com especialidade em Stratigic Management e mestre em Public Administration pela mesma Universidade. Possui também uma Pós-graduação em Direito Aéreo e em Direito Bancário.

De professor de matemática a aviação comercial, foi Delegado da TACV em França, Itália, USA e Senegal, tendo antes passado pelo aeroporto internacional de Macau como técnico na CAM.

Com um percurso internacional em três continentes, João Chantre tem uma visão global do turismo.

Ficou curioso?

Temos encontro marcado e contamos com a sua opinião, feedback e questões.

Até já

Vídeos (mostrar todos)

Localização

Categoria

Entre em contato com a escola/colégio

Endereço

Aveiro
3810-498
Outra Personal Coaching em Aveiro (mostrar todos)
Ivo Leite Personal Coach Ivo Leite Personal Coach
Aveiro

A minha missão é ajudá-lo a atingir os seus objetivos de saúde, bem como revelar a melhor versão de você ao longo do caminho. Estou ansioso para a oportunidade de investir em sua saúde e bem-estar!

Espaço ChiVital centro de terapias de Aveiro Espaço ChiVital centro de terapias de Aveiro
Rua Do Sr Dos Aflitos Nº 9 Loja C Trás
Aveiro, 3800-260 AVEIRO

Página criada para divulgar a diversidade do nosso trabalho, uma equipa multidisciplinar virada 100% para o cliente. Clínica de terapias holísticas, alternativas e integrativas. Situa-se numa zona privilegiada, no centro de Aveiro. Visite-nos!

RS3 Terapias RS3 Terapias
Rua Dr Antonio Christo 64
Aveiro

Terapias Energéticas e Corporais. Técnicas de Auto Cura e Desenvolvimento Pessoal.

Suzana Almeida Suzana Almeida
Estrada De São Bernardo, N.322, Loja Q - São Bernardo
Aveiro, 3810-177

Meet Up Now Meet Up Now
Rua Dr. Alberto Souto Nº 48, 1ºdto Sala F
Aveiro, 3800-149

Uma nova oportunidade: encontra-te...AGORA! Um Espaço dedicado a si e a ti, através da Psicologia, do Coaching e da Educação Emocional.

Ricardo Santos Ricardo Santos
Rua Dr António Christo 64
Aveiro, 3800-151

Como Spiritual Coach facilito o processo de tomada de consciência e de cura energética por meio da Metodologia RS3® e de Cursos Online e presencial, integrando diversas técnias espirituais, de Desenvolvimento Pessoal e da PNL.

A Rita Santos A Rita Santos
Aveiro

Ajudo-te a ficares mais leve no corpo e nas emoções!

Pedro Cerveira - Coaching Pedro Cerveira - Coaching
Aveiro
Aveiro, 3830-225

Coaching | Consultoria | Desenvolvimento Pessoal

Bàbá Ifálékè Bàbá Ifálékè
Rua Dos Poisios,68
Aveiro, 3800-038

Bàbá Ifálékè Terapeuta de Medicina Tradicional Africana | Sacerdote Umbanda e Yorùbá | Coach e Formador

Carla Marques - Transformação Pessoal e Mudança de Vida Carla Marques - Transformação Pessoal e Mudança de Vida
Aveiro

Sentes o impulso para te transformares e mudares a tua Vida? E se tu te desses permissão para viveres a Vida com que sonhas? Permite-te MUDAR, SONHAR e REALIZAR!

Lumina Lash Lumina Lash
Rua De Viseu, 117A, Esgueira
Aveiro, 3800-281

Lumina Lash é uma marca que dá formação, presta serviços, aconselha, e trata das nossas queridas pestanas. Cria olhares e look's deslumbrantes.

Talk2me Coaching Talk2me Coaching
Aveiro
Aveiro, 3800-905

Professora Doutorada e Coach profissional certificada Sessões de Coaching Individuais Apoio em Organização de trabalhos de Investigação